Logo ME

Há mais mulheres que homens jogando game no Brasil, diz pesquisa

A mais recente pesquisa sobre o perfil do gamer brasileiro confirmou uma tendência detectada mundialmente: as mulheres representam a maior parte dos jogadores no país. Especificamente, 53,6%. É o segundo ano consecutivo em que elas se mantêm na liderança do mercado.

A conclusão é da quarta edição da Pesquisa Game Brasil, realizada pela agência de tecnologia interativa Sioux, pela empresa de pesquisa Blend New Research e pelo núcleo de Estudos e Negócios em Marketing Digital da ESPM.

A plataforma favorita de 53,3% das mulheres são os smartphones, graças à mobilidade e à praticidade – as duas qualidades mais apontadas pelas entrevistadas. Das que jogam consoles, o favorito é o Xbox 360 (37%), e geralmente elas jogam acompanhadas (71%), muitas vezes utilizando o sistema multiplayer online (60%). Por outro lado, apenas 55% dos homens dizem jogar acompanhados.

Considerando ambos os sexos, o  Xbox 360 continua sendo o console mais popular (44,2%), seguido do PlayStation 3 (29,2%) e PlayStation 2 (26,5%). Mas, quando a pergunta questionava qual eles preferiam, o desejo está centrado no PlayStation 4 (30,7%). Xbox 360 cai para vice, com 28,6%.

 

Veja também

Mais algumas descobertas interessantes:

 – 74% dos gamers brasileiros jogam em mais de um dispositivo. O campeão é o smartphone (77,9%). Computadores vêm em segundo (66,4%) e consoles em terceiro (49%).

– 71,3% diz que só baixa jogos gratuitos. E 76,6% aceitam propagandas nesses jogos, mas 83,4% reclamam que elas atrapalham a diversão.

– 71% dos gamers de smartphone dizem jogar em casa. O segundo local favorito é no ônibus, metrô ou carro, que recebeu 60,7% das respostas.

– 50,9% escolheu Estratégia como seu tipo de jogo favorito. O segundo colocado foi Aventura, com 45%. E esses dois gêneros são populares tanto entre homens quanto mulheres – ao contrário, por exemplo, de Ação, Corrida e Esportes, que só aparecem no Top 5 masculino.

– 54,1% dos entrevistados se consideraram gamers “casuais”, que jogam de vez em quando e encaram o desafio como mero entretenimento. Apenas 6,1% se definiram como gamers “hardcore”.

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s