Logo ME

8 dos mais bizarros reality shows já produzidos

victoria_gallagher

(Bruna Sanches/Mundo Estranho)

lais_dias

Falar de reality shows, escândalos e barracos é quase um pleonasmo, mas talvez a popularidade crescente desse tipo de programa se deva a esses exatos motivos. Há de tudo: pessoas trancafiadas em uma só casa, trabalhando em uma fazenda, cobertura da vida de famosos e até mesmo de animais de estimação. E esses são os mais normais, no limite do possível.

Aqui no Brasil, temos o icônico Big Brother, que perdura há 17 anos e nos rendeu polêmicas e memes (“olha elaaaaaaaaa!”) ao longo das edições. Porém, meus caros, o mundo é de fato estranho. Quem dera passar três meses confinados em um casarão com outros “brothers” fosse a pior das ideias para um reality show.

Veja 8 realitys bem bizarros que já rolaram por aí.

1) I Want a Famous Face

O reality exibido pela MTV há alguns anos oferecia uma oportunidade imperdível aos jovens: a chance de ficar com o rosto “igualzinho” ao do respectivo ídolo. Sim, com um processo cirúrgico e tudo mais, bem estilo plano do Professor Moriarty em Sherlock Holmes – O Jogo de Sombras.

Obviamente, a coisa não agradou muito o público em geral — especialmente um dos ídolos que teve o rosto requisitado no show: Drew Barrymore. Ao saber que uma garota de programa queria se submeter ao processo de ficar parecida com ela, Drew arranjou o número de celular da moça e conseguiu convencê-la a não fazer aquilo. O programa durou apenas uma temporada, entre 2004 e 2005.

whosyourdaddy

2) Who Is Your Daddy?

Um programa no qual pessoas adotadas tinham por objetivo encontrar seu pai verdadeiro. O intuito parece lindo, mas o programa ia bem longe: havia 25 pais falsos e um verdadeiro. No meio de todos, a pessoa tinha que descobrir quem era seu pai.

A polêmica girou em torno da pressão e da tortura que o participante sofria ao tentar descobrir seu pai e, claro, o medo de escolher o errado. O programa durou pouco tempo.

3) Megan Wants a Millionaire

A VH1 lançou esse reality em 2009, com uma maravilhosa proposta: encontrar para Megan Hauserman, uma subcelebridade americana, um marido milionário. Ah, que linda a pureza do amor verdadeiro, não é mesmo? O problema é que, além da futilidade extrema do programa não ajudar muito, ainda houve sua associação a um escândalo, quando um dos riquinhos candidatos a se casar com Megan assassinou a própria esposa e foi encontrado morto dias depois. Tenso.

4) Minha Estranha Obsessão

O intuito desse programa era mostrar o dia-a-dia de pessoas que sofriam dos hábitos mais esquisitos, como um homem que morava numa casa lotado de boias de piscina (e namorava uma das boias) e uma mulher que saía com as cinzas de seu marido para encontros — e também curtia comê-las!

Há uma senhora que bebe e toma banho de urina, outra que come litros e litros de sabonete em pó, uma moça que devora pelos de gato, uma pessoa que é viciada em picadas de abelha e outra que bebe esmalte! Mais estranho que isso foi o fato de o programa ter sido um sucesso. Ao fim de cada episódio, a pessoa que sofria da estranha obsessão ganhava tratamento médico, mas nem todos se recuperavam.

5) Pequenas Misses

Garotinhas, todas, desde as que engatinham até as que entram na pré-adolescência competiam por uma tiara no programa Pequenas Misses, do Discovery (originalmente, Toddlers and Tiaras). Meninas de quatro anos eram submetidas a bronzeamento artificial, enquanto outras subiam no palco para realizar acrobacias, danças e afins — muitas vezes, contra sua própria vontade.

Esse programa mostrava a falta de semancol que possuem algumas mães. Meninas reclamavam do peso de suas perucas, enquanto outras batiam e xingavam seus pais durante os ensaios, que riam em frente às câmeras como se nada estivesse acontecendo.

Crianças fora do padrão, apesar de carismáticas e talentosas, ficavam fora do pódio, o que causava tristeza a elas (Pequena Miss Sunshine da vida real). O programa gerou revolta pelo fato de submeter crianças a uma vida superficial e composta de pressão e desapontamento, mostrando o caráter de pais que padronizam suas filhas, além de influenciar o abuso infantil.

6) Labor Games

Ok, agora imagine estar em uma maca de hospital, sofrendo com as dores do parto, quando de repente (surprise, bitch!) aparece um repórter com uma trupe de ajudantes, TV gigante colorida e tudo mais para te entrevistar entre as contrações. Sim, isso é realmente um reality, apresentado pela TLC desde 2015.

A grávida em questão responde perguntas básicas sobre cuidados com o bebê, ao lado do parceiro, enquanto um pequeno mostrador na tela mostra em tempo real seu nível de contração e dilatação. No mínimo, invasivo. Por que os pais topam essa exposição? O programa oferece um prêmio de US$ 10 mil em fundo de pensão universitária para o recém-nascido.

7) Man vs. Beast

O título é autoexplicativo. Nesse programa, seres humanos competem contra animais em coisas como “quem come um cachorro-quente mais rápido” ou “quem vence uma corrida de 100 metros” (um campeão olímpico perdeu essa para a zebra, mas pelo menos ganhou da girafa).

O programa rendeu várias polêmicas e brigas com grupos de direitos dos animais, mas ainda assim conseguiu permanecer no ar. É aquele típico “guilty pleasure” que você sabe que é completamente tosco, mas também considera um lutador de sumo apostando cabo-de-guerra com um orangotango algo impossível de ignorar.

8) Best Funeral Ever

Esse reality mostra uma família que cuida de uma agência funerária, e eles são encarregados de fazer algo bem específico: realizar velórios extravagantes e chamativos. Os episódios mostram velórios com temáticas de Natal, ringue de luta e comida. A temática causou alvoroço por tratar com falta de respeito as despedidas de pessoas amadas. Foram duas temporadas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s