Logo ME

As 5 famílias mais excêntricas do programa Adotada

Quarta temporada do programa estreia neste dia 11 e nós aproveitamos para relembrar as famílias mais bizarras

(Divulgação/MTV)

 

(TDF/Mundo Estranho)

Estreia nesta terça-feira, dia 11 de abril, a quarta temporada do programa Adotada, da MTV, com novos 13 episódios. Para quem não conhece, o conceito do programa é bem simples: famílias de todo o Brasil se inscrevem para “adotar” a apresentadora Maria Eugênia, mais conhecida como Mareu, durante uma semana.

Neste período, ela convive com os conflitos e emoções familiares do cotidiano da sua nova família. Ao final de cada episódio, ela deixa uma espécie de carta na qual descreve como foi sua experiência com a família. Mas nem sempre tudo vai bem e nem toda família é igual.

O reality show foi indicado ao Emmy Internacional, em 2016, na categoria “Programa de Entretenimento Não Roterizado” (Non Scripted Entertainment). Maria Eugênia, a apresentadora, ganhou seu programa após participar como conselheira amorosa e jurada no reality show Papito In-love.

Mareu já passou por famílias encrenqueiras, com pessoas malucas e problemáticas. O público, é claro, se diverte. Ficou difícil selecionar, mas conseguimos listar as cinco famílias mais esquisitas de Adotada.

(Divulgação/MTV)

5) A família roqueira (1×09)

Para esta família, o rock está no nome: Raul Presley, Avril Osbourne, Marlin Morrison, Jimmy Hendrix e Janis Joplin. Estes são os nomes dos cinco filhos de um pai e uma mãe que levam rock muito a sério.

Foi um dos episódios mais estranhos, e não somente pela família ter a casa toda preta e o pai parecer um ditador que não aceita ouvir outro estilo de música. Mareu ficou perplexa quando os pais levaram uma criança de 9 anos, a Avril Osbourne, para um bar de rock tarde da noite.

Quando Mareu decidiu fazer uma festa (o que é de praxe em todos os episódios), mudar a cor da casa e tocar uma música diferente, o pai não aceita a ideia e faz daquilo um problema, ocasionando a despedida precoce de Mareu da família.

(Divulgação/MTV)

4) A família que não gosta de pobre (2×03)

Desta vez, Mareu é adotada por uma família rica e os problemas são vários: o pai tem estranhas tendências homossexuais e um grande preconceito contra pobre, uma das filhas possui tendência a ser acumuladora, não deixando a mãe jogar fora ou doar peças e objetos do seu guarda-roupa.

Mareu tenta mostrar para o pai que o preconceito é um erro e leva família para passar um dia em Praia Grande, litoral paulista – cidade a qual o pai considera símbolo da pobreza. Ela também consegue fazer com que a filha aos poucos se liberte do espírito acumulador.

3) A família da Kim Kardashian brasileira (2×12)

Nessa família, só o padrasto é tranquilo e neutro. A mãe é uma dondoca e uma das filhas é uma “maria chuteira” – apelido dado pela outra irmã, Gabriela, que é transexual. Mas a própria Gabriela tem seus defeitos – sua única preocupação é colocar silicone e encontrar alguém que a banque. Ela chega a dizer que, após o programa, irá vazar uma sex-tape e se torna a Kim Kardashian brasileira (algo que acabou não acontecendo).

E a família ainda tem um irmão, que se casou e se mudou com a esposa para uma nova casa. Aliás, ninguém se dá bem com a cunhada/nora por achar que ela deu o golpe do baú.

(Divulgação/MTV)

2) A família do pai preconceituoso (1×04)

Mareu foi parar numa casa onde o pai até aceita que o filho seja homossexual, desde que não tenha “atitudes” homossexuais dentro de sua casa. Mas a apresentadora não aceita esse tipo de condição e compra uma briga com o pai. Para afrontá-lo, durante um almoço em família, Mareu mente dizendo ser transexual, criando um desconforto e mostrando o preconceito. Porém, o episódio termina melhor do que o esperado!

(Divulgação/MTV)

1) A família da mãe louca (1×10)

Mareu desembarca no Rio de Janeiro para ser adotada por uma mãe viciada em esportes e extremamente rigorosa com seus filhos, incluindo a recém-adotada, chegando ao ponto de não gostar que Mareu use maquiagem forte.

E esse é só o começo do conflito de personalidades. Em um jantar, a matriarca pede para que as gravações sejam interrompidas pois não se sente bem com a presença de Maria Eugenia vestida como está, dizendo ser cafona e esquisita. Mareu acaba se despedindo da família mais cedo do que o estipulado, mas deixa em seu dossiê o registro toda a mágoa que sentiu.

E agora, será que Mareu vai achar novas famílias bizarras na quarta temporada? É possível acompanhar onde ela estará pelo Snapchat e pelo Instagram da ruiva – já se sabe que um das famílias é do Acre. Vem por aí mais looks incríveis e muita encrenca em família.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s