Logo ME

Quais são os oito tipos de inteligência?

Conheça os oito perfis definidos pela Teoria das Múltiplas Inteligências e aprenda a identificar qual é a sua

LÓGICO-MATEMÁTICA

É a habilidade para desenvolver equações, resolver cálculos e resolver problemas abstratos. Sua manifestação é uma das que as pessoas consideram como “inteligência tradicional” – especialmente na escola. Ela é típica de quem manda bem em contas, em lógica e em estratégia.

  • Hobbies indicados: quebra-cabeça, xadrez, videogame, computadores, desvendar mistérios.
  • Carreiras indicadas: ciências, computação, direito, engenharia, matemática, medicina.
  • Gênios desse tipo: Albert Einstein, Isaac Newton, Stephen Hawkin, Mark Zuckerberg.

 

 

LINGUÍSTICA

Algumas pessoas têm muita facilidade para lidar com palavras. Elas possuem um tipo de inteligência que permite analisar informações e desenvolver produtos de linguagem escrita e oral, como discursos e livros, sempre encontrando o melhor jeito de comunicar grandes ideias. É bastante requisitada (e apreciada) na escola, já que a maioria das provas e exercícios é por escrito.

  • Hobbies indicados: contar histórias, escrever textos, declamar poesias, fazer passatempos com palavras, ler, jogar RPG.
  • Carreiras indicadas: editoração, educação, jornalismo, literatura, tradução.
  • Gênios desse tipo: Cecília Meirelles, Gabriel García Marquez, William Shakespeare, Tom Wolfe.

 

MUSICAL

O nome já entrega: é aquela que permite a uma pessoa produzir, recordar e estabelecer sentido em diferentes padrões de som. A sensibilidade musical se manifesta ao ouvir, cantar, compor e tocar instrumentos.

  •  Hobbies indicados: assobiar, cantar, fazer rimas, compor, participar de um coral, ouvir música, tocar instrumentos.
  • Carreiras indicadas: canto, composição, crítica musical, direção musical, DJ, ensino de música, engenharia de som para filmes e peças.
  • Gênios desse tipo: Ludwig van Beethoven, Tom Jobim, Wolfgang Amadeus Mozart.

 

NATURALÍSTICA

Típica daqueles que têm uma forte ligação com a natureza e uma habilidade incomum para identificar e distinguir animais, plantas, formações climáticas e outros elementos do mundo natural. Na escola, quem tem essa inteligência bombando se dá bem em biologia e geografia.

  • Hobbies indicados: cuidar de plantas e jardins, fazer trilhas e caminhadas na natureza, passear com o cachorro.
  • Carreiras indicadas: biologia, ecologia, geologia, medicina, medicina veterinária, meteorologia.
  • Gênios desse tipo: Charles Darwin, Alexander von Humboldt, Aziz Ab’Saber, Chico Mendes.

 

CORPORAL-CINESTÉSICA

É a capacidade de usar o próprio corpo (e seus movimentos) para solucionar problemas ou criar produtos. É a mais requisitada, por exemplo, nos craques de futebol, nos ginastas, nos bailarinos e nos artistas em geral.

  • Hobbies indicados: esportes, dança, mágica, teatro, mímica, malabarismo, massagem.
  • Carreiras indicadas: coreografia, dança, artes dramáticas, artes plásticas, educação física, esportes.
  • Gênios desse tipo: Lionel Messi, Marta, Meryl Streep, Michael Phelps.

 

ESPACIAL

Tem gente que não sabe se orientar num mapa, não consegue estimar medidas e não é capaz de montar um bom look. Por outro lado, os mestres dessa inteligência têm uma habilidade extra para reconhecer o espaço e pensar em termos de cores, formas e medidas, manipulando tanto as grandes quanto as pequenas imagens.

  • Hobbies indicados: aeromodelismo, artesanato, desenho, fotografia, pintura, escultura.
  • Carreiras indicadas: arquitetura, artes plásticas, aviação, desenho industrial, design de interiores, design gráfico, engenharia.
  • Gênios desse tipo: Coco Chanel, Oscar Niemeyer, Pablo Picasso, Santos Dumont.

 

 

INTERPESSOAL

Sabe aquele seu amigo que é o melhor ombro na hora que você precisa chorar? Que entende fácil tudo que você está sentindo, sabe te consolar e sabe propor soluções para os problemas? Ele é bem desenvolvido nesse tipo de inteligência: a que reconhece e trabalha os desejos e humores dos outros. Ela é útil na hora de estudar em grupo, por exemplo, ou de gerenciar uma equipe.

  • Hobbies indicados: trabalho voluntário, esportes em grupo, conversas.
  • Carreiras indicadas: jornalismo, marketing, política, psicologia, recursos humanos, relações públicas, teologia, vendas.
  • Gênios desse tipo: Winston Churchill, Mahatma Gandhi, Marília Gabriela, Papa Francisco.

 

 

INTRAPESSOAL

É o inverso da interpessoal: o indivíduo usa a inteligência para se autoconhecer. São as pessoas com grande grau de autonomia, capazes de reconhecer suas próprias intenções, motivações e opiniões. Essa autoanálise pode colocá-las em boa posição para refletir sobre a condição humana, seja por meio de textos filosóficos, seja por meio de grandes romances.

  • Hobbies indicados: escrever um diário, meditar, planejar seus objetivos de vida.
  • Carreiras indicadas: filosofia, literatura, psicologia, teologia.
  • Gênios desse tipo: Ernest Hemingway, Machado de Assis, Friedrich Nietzsche, Simone de Beauvoir.

 

 

Como identifico a minha?

A autoanálise pode dar algumas pistas do seu potencial


SEM FÓRMULAS

Não há um teste padronizado para detectar a inteligência predominante de um indivíduo. Isso iria contra a própria Teoria das Inteligências Múltiplas: se ela é múltipla, não dá para medi-la numa única escala, como o exame de QI. Seria preciso desenvolver avaliações de desempenho e parâmetros para cada uma. Além disso, Gardner ressalta que “as inteligências devem ser mobilizadas para ajudar os indivíduos a aprender, e não como uma forma de categorizá-los”.

TOQUE DE MIDAS

Gardner não acredita em testes, mas alguns seguidores da Teoria da Inteligências Múltiplas já tentaram sistematizá-las (e transformá-las numa forma de ganhar dinheiro). O mais famoso é o Midas, criado pelo consultor Branton Shearer, que pode ser utilizado como um teste vocacional. O próprio Gardner reconhece que ele mede, sim, habilidades em certas áreas – mas não todas. E ainda depende da pessoa se conhecer bem (ou seja, ter alta inteligência interpessoal!)

UMA PAUSA PARA PENSAR

Testes podem não medir com precisão as capacidades de cada um, mas um pouco de autorreflexão não faz mal a ninguém. Pense nas perguntas abaixo e compare com as descrições dos oito tipos de inteligência para ver qual delas tem mais a ver com você:

  • Que tipos de atividades mais atraem sua atenção? E qual é seu nível de aptidão para elas?
  • Em quais matérias da escola você se sai melhor?
  • Que métodos e ferramentas você usa para se expressar ou resolver problemas?
  • Quando memoriza uma cena, o que nela chama mais sua atenção?
  • Que carreira você pensa em seguir?

 

FONTES Sites American Psychological Association, BBC, Britannica, Edutopia, Howard Gardner, Independent, Multiple Intelligences Research and Consulting Inc., New City School, Planeta Sustentável, Project Zero – Graduate School of Education e Universidade Harvard; livro A Psicologia da Inteligência, de Jean Piaget; e revistas Wellcome, NOVA ESCOLA e SUPERINTERESSANTE

CONSULTORIA Ana Paula Porto Noronha, professora do programa de pós-graduação stricto sensu em psicologia da Universidade São Francisco (SP), José Aparecido da Silva, professor de psicobiologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da USP, e Rogerio Panizzutti, psiquiatra, neurocientista e professor da UFRJ

 

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!