Logo ME

Como sobreviver a um terremoto?

Após tremor, não use elevadores e fique longe de fios elétricos

(Luciano Veronezi e Rubens Paiva/Mundo Estranho)

1. No Brasil, são pequenos os riscos de um grande terremoto. Mas é bom saber como agir em caso de um forte tremor em outro país. Se você estiver em uma casa ou quarto de hotel, proteja-se debaixo de uma mesa

2. Se você estiver num prédio, espere o tremor terminar e depois desça o mais rápido que puder pelas escadas. Mesmo que esteja em um andar muito alto, não use o elevador, pois você pode ficar preso nele

3. É preciso conhecer um pouco a construção, mas aqui vai outra dica para se proteger num prédio: fique junto a uma coluna ou debaixo de uma viga. Esses pontos são os mais resistentes de um edifício

(Luciano Veronezi e Rubens Paiva/Mundo Estranho)

4. Caso você já esteja na rua, ou na hora que conseguir chegar lá, permaneça longe dos fios elétricos e dos muros. Proteja a cabeça com uma bolsa ou mochila e procure abrigo em parques ou lugares abertos que existam por perto

5. Em média, uma pessoa resiste até dois dias presa sob escombros. Se o pior aconteceu, não se debata e poupe energia. Quando ouvir ruídos próximos, chame por ajuda ou faça barulho batendo em algum cano ou estrutura de ferro

Veja também

CASO REAL

A bela cidade colonial de Pisco fica a 290 quilômetros de Lima, capital do Peru. A missa na Igreja de San Clemente, bem na praça central da cidade, estava quase no fim quando o país foi sacudido por um forte tremor em 22 de agosto de 2007, que atingiu 8 pontos na escala Richter, nível alcançado apenas por terremotos fortíssimos.

O padre Luis Miroquesada já se preparava para sair do altar quando tudo começou. As luzes da igreja se apagaram e as paredes e o teto começaram a desabar. O religioso só teve tempo de se enfiar debaixo da mesa da sacristia. Segundos depois, quando o tremor acabou, o cenário era de destruição total. Uma densa nuvem de poeira havia tomado conta do lugar e apenas a fachada da igreja estava de pé.

Mais de 200 pessoas perderam a vida na San Clemente, entre elas cem religiosos. Mas surpreendentemente, e graças à proteção improvisada da mesa da sacristia, o padre Luis saiu totalmente ileso, sem nenhum arranhão!

A igreja tornou-se o símbolo da tragédia provocada por um terremoto que matou mais de 500 pessoas no Peru.

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!