Logo ME

Quais são as escolas mais linha-dura do mundo?

Escola

GUANTÁNAMO PARA CRIANÇAS

Onde: Doncaster, Inglaterra

Nível de rigidez: Pede pra sair!

Quem sai da linha na Ridgewood School, na cidade inglesa de Doncaster, vai direito para uma espécie de versão júnior da prisão de Guantánamo. Trata-se de um cubículo todo vedado e pintado de preto – desde o chão até o teto -, com iluminação típica de sala de interrogatório, bem em cima do sujeito. O aluno fica horas ali. Para a direção, a “sala de estudos” é um meio de fazer o cara pensar duas vezes antes de aprontar de novo…

CHEIA DE NÃO-ME-TOQUE

Onde: Mesa, EUA

Nível de rigidez: Pauleira

Sabe aquele amassinho bom, no pátio ou no corredor? Pois na Shepherd Junior High School, na cidade de Mesa, nos EUA, isso é crime! Qualquer tipo de contato físico que dure mais de dois segundos, mesmo um abraço entre amigos, é uma falta grave passível não só de suspensão como de detenção! A galera ficou furiosa, mas o diretor não quis nem saber, dizendo que a “demonstração pública de afeto é algo embaraçoso”…

PRESENTE DE GREGO

Onde: Johanesburgo, África do Sul

Nível de rigidez: Casca-grossa

A apresentadora americana Oprah Winfrey gastou uma fortuna na construção de uma escola para meninas pobres na África do Sul, mas não deixou barato. Segundo reclamações de pais, o esquema por lá seria pior do que exército: só duas horas de visita por mês; guloseimas, nem em sonho; e as garotas não poderiam mandar e-mail ou falar ao celular. Para a bilionária, a Oprah Winfrey’s Leadership Academy for Girls não é rigorosa, mas segura. Sei…

LEI SECA

Onde: North Bend, EUA

Nível de rigidez: Severa

A Oregon Coast Technology School, na cidade americana de North Bend, descobriu que alguns alunos tomavam umas biritas lá dentro. Para coibir a prática, proibiu a entrada de qualquer tipo de garrafinha, como as de água, alegando que o pessoal escondia o goró nos recipientes. A norma continuou valendo mesmo após um teste revelar que a água dos bebedouros tinha mais bactérias do que a das torneiras…

INVASÃO DE PRIVACIDADE

Onde: Cidade de Cingapura, Cingapura

Nível de rigidez: Pauleira

Muita gente reclama da caretice do uniforme escolar. Pois um colégio na Cidade de Cingapura, capital desse país asiático, adota uma medida nada discreta com as meninas: vistoriar o sutiã de cada uma delas para ver se a cor está de acordo com o regulamento – o sutiã só pode ser branco, bege ou cinza. A escola tem até um estoque de sutiãs brancos para emprestar para quem sair do tom com alguma peça “espalhafatosa”, que poderia distrair os alunos.

HIGH SCHOOL MUSICAL

Onde: Evanston, EUA

Nível de rigidez: Casca-grossa

A Haven Middle School, em Evanston, nos EUA, adotou um programa barra-pesada para incentivar os alunos com necessidades especiais a ter bom comportamento. Na polêmica metodologia, as crianças viram integrantes de uma banda de rock. Quem fizer por merecer, acumula pontos na “gravadora”, tendo direito a certas “regalias”, como ir ao banheiro sozinho – desde, claro, que volte rápido para a sala: “Se você demorar mais de três minutos, é porque é doente”, diz a norma.

ESCOLINHA DO TERROR

Onde: Países com núcleos da Al Qaeda

Nível de rigidez: Pede pra sair!

A rede terrorista Al Qaeda tem um sistema mundial de “ensino” para formar futuros suicidas. Nas aulas, rola tanto a parte teórica, com vídeos de Osama bin Laden, quanto a parte prática, que vai desde pilotagem de avião até como detonar um cinturão de explosivos. Esses centros de treinamento estariam espalhados por vários países. Só na Inglaterra, calcula-se que haja 2 mil jovens tendo lições de como matar um monte de gente de uma vez só.

ACALMANDO AS FERAS

Onde: Pequim, China

Nível de rigidez: Pede pra sair!

Os alunos de uma escola durona de Pequim, na China, vão sair de lá com “trauma de quarta”. É que, toda quarta-feira eles têm que trocar os cadernos por um paninho úmido e se pendurar nas janelas para limpar os vidros do lugar. E qualquer passo em falso é meio caminho para se esborrachar no chão, pois são apenas 10 cm de parapeito para se equilibrar e nenhum equipamento de segurança. A direção alega que o medo deixa as feras bem mansinhas…

ISSO NÃO CHEIRA NADA BEM

Onde: Camden, EUA

Nível de rigidez: Severa

Justiça seja feita, a Camden-Rockport Middle School não é propriamente casca-grossa, mas virou notícia fora de Camden, nos EUA, depois de uma norma sem noção proibindo os alunos de – acredite! – soltar pum de propósito. A direção tomou essa atitude após descobrir que rolava uma disputa pra ver quem soltava o traque mais fedorento. O “infrator” corre o risco de detenção. Mas fica a dúvida: como saber quem deu o pum em questão e se este foi ou não intencional?

E onde rola a maior vida mansa

Neste colégio português quem manda é o aluno

Se você já está apavorado com as palmatórias e castigos dos “quartéis” acima, saiba que – ufa! – nem tudo é dureza quando o assunto é estudo. Por exemplo, a Escola da Ponte, na cidade do Porto, em Portugal, é uma referência mundial no quesito ensino alternativo. Para ter uma ideia, no início de cada ano letivo, os alunos é que votam os deveres e direitos de todos para aquele período. Além disso, não há provas, salas de aula – todo mundo aprende junto, em grandes galpões – e cada um pode enfatizar aprender a matéria que mais gosta. Quem foi que disse que português é bobo?

LEIA MAIS

– Qual foi a primeira escola?

– Quais as proibições mais bizarras já feitas em escolas?