Logo ME

Qual a origem da festa de aniversário?

qual-origem-festa-aniversario

O hábito de comemorar o dia do nascimento surgiu na Roma antiga. Antes disso, já se faziam oferendas, como o bolo, mas não havia uma festividade propriamente dita. A origem estava ligada à ideia de que, na data de aniversário, anjos malignos vinham roubar o espírito do aniversariante e era preciso tomar medidas para prevenir isso. Por ser ligada a superstições, a tradição foi inicialmente considerada pagã pela Igreja Católica e só foi adotada no século 5, quando a instituição passou a celebrar o nascimento de Jesus. Mesmo assim, a prática de comemorar aniversários só se tornou comum no Ocidente no século 19, quando, na Alemanha, foi organizado um festival comemorativo coletivo.

E vai rolar a festa

Evento é mistura de costumes novos e tradições antigas

BOLO HUMANO

Jogar ovos e farinha no aniversariante virou um costume popular no Brasil nos anos 80. Acredita-se que seja uma variação dos puxões de orelha ou do “com quem será?” cantado nos parabéns. A ideia era fazer um bolo na cabeça do aniversariante, daí os ingredientes da brincadeira

PEDAÇO DE BOM CAMINHO

O item mais esperado da festa surgiu na Grécia antiga, quando um bolo redondo, representando a Lua cheia, era levado ao templo de Ártemis, a deusa da Lua, como oferenda. Naquela época, as fases lunares serviam como calendário para o homem e cultuar a deusa era uma forma de pedir proteção. A receita grega era uma mistura de mel e pão

ANOS-LUZ

Assim como o bolo, as velas de aniversário também têm origem grega. Aludindo ao brilho e à luz da Lua, uma delas era colocada sobre o bolo ofertado para Ártemis. Alguns povos acreditavam que a luz espantava os maus espíritos e que a fumaça levava as preces até o céu

CORPO FECHADO

Na Roma antiga, na noite do aniversário, presentes e objetos de proteção eram espalhados em volta do aniversariante para afastá-lo do mal – eram uma forma de amuleto. Os familiares e amigos se reuniam e entregavam os objetos às crianças. A tradição evoluiu para o costume atual de presentear a pessoa com algo de que ela gosta

LEMBRANÇA LONGÍNQUA

Os ingleses foram os pioneiros no envio de cartões, no começo do século 20. A ideia não era só desejar bons votos mas também pedir desculpas por não comparecer ao aniversário da pessoa. Isso porque faltar à festa sem dar satisfações era (e ainda é) considerado uma extrema falta de educação pelos britânicos

É UM ESTOURO!

Inventados a partir de experiências com gases no século 19, os balões foram incorporados aos aniversários por serem considerados divertidos para as crianças. Aliás, acredita-se que balões feitos de tripas de animais foram os primeiros brinquedos inventados. O ato de fazer barulho também era um costume antigo para espantar os maus espíritos

BALADA DA VIRADA

O “Parabéns a Você” é uma adaptação da melodia “Bom Dia a Todos”, criada por duas irmãs professoras em uma escola em Louisville, nos EUA, no fim do século 19. A canção só ganhou a letra de feliz aniversário em 1912 e, hoje em dia, é cantada em mais de 30 idiomas. A versão brasileira foi composta pela poetisa Bertha Celeste Homem de Mello em 1942

ARROZ DE FESTA

Os doces oferecidos na festa variam de acordo com a cultura local. No Brasil, o brigadeiro ganhou esse nome graças ao brigadeiro Eduardo Gomes, político que disputou a presidência em 1945. As eleitoras e fãs criaram o doce que levava seu nome para ganhar votos. Nos EUA, servem-se cupcakes e, no Reino Unido, bolinhos com geleia

FONTES Gisela Tomanik Berland, autora do livro Dia de Festa, e Maria Cecilia Barreto Amorim Pilla, professora de história moderna e coordenadora do Curso de Licenciatura em História da PUC-PR