Logo ME

InfoPop: Qual o modo mais fácil de encontrar Wally?

Chega de perder tempo procurando o turista nerd mais famoso da literatura infantojuvenil

Onde está o Wally?

Tá quente! Ih, esfriou

Na imagem acima, identificamos a posição do personagem nas 60 cenas da compilaçãoOnde Está Wally? – A Mais Completa Coleção de Viagens. A partir daí, montamos um “mapa de calor”: as regiões da página com maior incidência de Wally são vermelhas. Esse tom vai ficando cada vez mais azulado (ou “frio”) nos setores em que as chances de sua presença diminuem

Quadrado por quadrado

Na nossa análise, também dividimos cada ilustração em 12 quadrantes e percebemos que o turista listradinho tem seus “cantos” favoritos para sumir na multidão. Em 17 vezes, ele estava no último quadrante inferior da página da esquerda. É lá que você deve começar a buscá-lo. Depois, vá para o centro ou para a parte superior da página seguinte,onde ele esteve 22 vezes

Onde está o Wally?

Traçando um caminho

Não estamos sozinhos nessa obsessão. O cientista norte-americano Randal Olson criou um software que, após analisar 68 cenas, elaborou um algoritmo com a “trajetória ideal” para localizar Wally (em vermelho, acima). A conclusão bate com a nossa: o canto inferior esquerdo é o melhor para começar.No nosso mapa de calor, criamos uma versão simplificada desse caminho, representada pela seta branca.

Desafio quase infinito

A pesquisa de Randal concluiu que existem mais possibilidades de locais onde Wally pode estar do que o total de átomos no Universo! Se os dez computadores mais potentes do mundo avaliassem todas as possibilidades de combinações, demorariam 13 bilhões de anos – a idade estimada do Universo

UM ACHADO MILIONÁRIO

Ideia simples e viciante rendeu uma fortuna ao criador

A série de livrosOnde Está Wally? foi criada pelo britânico Martin Handford em 1987 e bombou no Brasil nos anos 90. O conceito era sempre o mesmo: o leitor devia encontrar o herói em cenas de página dupla. Elas eram tão detalhadas que Handford levava até oito semanas para desenhar cada uma. Mas o esforço valeu a pena: seu patrimônio hoje é estimado em US$ 20 milhões. Os livros foram publicados em 28 países,onde Wally ganhou alguns nomes bem inusitados:

EUA: Waldo

FRANÇA: Charlie

ALEMANHA: Walter

DINAMARCA: Holger

HUNGRIA: Vili

COLÔMBIA: Javier