Logo ME

O que é a cabala?

cabala

Surgida há cerca de 5 mil anos nos primeiros escritos do patriarca bíblico Abraão, o estudo cabalístico não é uma religião nem uma doutrina, mas tem uma forte ligação com o judaísmo. Segundo essa sabedoria espiritual, o texto-base para decifrar o mundo é a Torá, o conjunto de livros escritos por Moisés, essencial à religião judaica. No entanto, a cabala propõe uma interpretação ainda mais profunda deles (utilizando até cálculos e códigos) para desvendar leis espirituais que levariam o homem à plenitude. Mesmo quem não é judeu pode seguir a cabala

PRINCÍPIOS PARA O FIM

Algumas crenças e características da cabala

APENAS MAIS UMA ETAPA

No judaísmo, não
 há reencarnação. Na cabala, sim. Ela não seria a expiação dos pecados e erros de vidas anteriores, e sim a chance de atingir a evolução espiritual em outros mundos físicos.

OUTRA VISÃO DOS ANJOS…

Esqueça as asas e auréolas. Para a cabala, anjos são seres
 que habitariam uma dimensão invisível, o mundo intermediário. Eles são os mensageiros entre o plano divino e os seres humanos.

…E OUTRA VISÃO DE DEUS

Nada de um velhinho de barbas brancas. Ele
é uma forma de luz
 que está dentro de nós e em tudo que existe.
 É, ao mesmo tempo, criador e criação, mas não pode ser totalmente compreendido por nossa mente limitada.

SOMOS TODOS UM

Há milênios, a prática cabalística já prega que todas as coisas estão ligadas, em diversos planos – e qualquer ação influencia esse todo. Noções contemporâneas como a globalização e a Teoria do Caos comprovariam a tese.

CÓDIGO SECRETO

As palavras em hebreu podem ser convertidas em números. Por exemplo: o valor das letras de “verdade” (“emet”) soma 9. Já as de “mentira” (“sheker”) totalizam 6. Ou seja: esses conceitos opostos são representados por números iguais, mas em posições invertidas. Coincidência?

PASSA E REPASSA

Para absorvermos boas energias, precisamos também passá-las adiante: receber e compartilhar, influenciar e ser influenciado. É como um copo de água – se ele estiver cheio, não conseguimos colocar mais nada nele.

Leia também:

– É verdade que Moisés abriu o mar vermelho?

– Como era a vida em um gueto?

– Por que nomes de alguns santos começa com “são”?