Logo ME

Revelação: no Universo Marvel atual, o Eixo ganhou a 2ª Guerra

Primeira edição de Secret Empire revela que Aliados mudaram a realidade para uma em que tivessem vencido

Nesta quarta-feira, dia 19 de abril, a Marvel publicou nos EUA a edição 0 de Secret Empire, minissérie que mostrará o Capitão América, agora um aliado da Hidra, executando seu plano de dominação mundial. Essa saga já vem sendo preparada pela Marvel há alguns meses, mas ninguém estava preparado para a revelação que foi dada no gibi: no universo regular da Marvel, o Eixo, com apoio da Hidra (na época sua divisão de ciências), venceu a 2ª Guerra Mundial. Isso mesmo, Hitler e os nazistas venceram! Pelo menos nas HQs da Marvel.

Para entender como isso é possível, primeiro vale fazer um resumo básico de como chegamos até aqui. Em 2015, a Marvel realizou a saga Guerras Secretas (publicada no Brasil entre o fim de 2016 e o começo de 2017) que “resetou” o universo regular da editora. Embora os passados dos personagens tenham permanecido mais ou menos inalterados, algumas coisas mudaram. Por exemplo: Peter Parker agora é um milionário, Ciclope morreu por causa das névoas terrígenas dos Inumanos, entre outras coisas.

Desde antes das Guerras Secretas, Steve Rogers havia se tornado um homem idoso porque os efeitos de seu Soro do Supersoldado haviam passado. Com isso, ele havia passado a identidade e o escudo de Capitão América para Sam Wilson, o Falcão. No universo pós-Guerras Secretas, Steve ainda estava velhinho, porém isso foi revertido recentemente nas páginas do gibi Captain America: Sam Wilson.

Nessa história, que dá início aos eventos de Secret Empire, Steve descobre um projeto secreto da S.H.I.E.L.D. para conter supervilões. Trata-se de uma cidade chamada Pleasant Hill em que todos os habitantes são vilões que tiveram suas memórias e sua aparência alteradas por um cubo cósmico senciente chamado Kobik. Apesar de ser um cubo cósmico, Kobik tem a aparência e a mentalidade de uma criança e seus poderes são capazes de mudar a realidade. No decorrer da história, o Barão Zemo consegue “trazer de volta” alguns desses vilões, que iniciam um ataque. Steve Rogers entra em confronto com Ossos Cruzados e fica à beira da morte. Kobik, então, restaura a vida de Steve, trazendo-o de volta à juventude em Captain America: Sam Wilson 7.

Steve Rogers fica jovem de novo (Daniel Acuna/Marvel)

REESCREVENDO O PASSADO

Após os eventos descritos acima, a Marvel lançou a HQ Captain America: Steve Rogers, em que Steve volta a ser o herói. Nas edições dessa revista, foi revelado que Kobik estava trabalhando para a Hidra (a organização maligna de vilões que apoiou os nazistas) e para a S.H.I.E.L.D. ao mesmo tempo e que, quando ela restaurou a vida de Steve Rogers, supostamente reescreveu sua infância, de modo que Steve agora é um membro da Hidra desde sua infância.

Com isso, agora Steve Rogers acredita que foi um agente da Hidra sua vida inteira e, como também ocupa o cargo de diretor da S.H.I.E.L.D., ele finalmente se vê na posição de dominar o mundo a serviço da organização. É assim que começa Secret Empire.

Mas agora sabemos que não foi bem assim.

Na edição 0, ficamos sabendo que os Aliados, na verdade, perderam a 2ª Guerra Mundial e que o Eixo saiu vitorioso. Steve, nessa época, já era um agente da Hidra e ajudou na vitória. Ele nunca ficou preso no gelo.

Sem ver outra saída, os Aliados então usaram o cubo cósmico para reescrever a realidade. Eles mudaram o mundo de tal forma que, nessa nova versão, os Aliados venceram a guerra e o Capitão, um herói americano, teve a trajetória que conhecemos, sendo ferido em uma explosão, caindo nas águas do Canal da Mancha e sendo congelado por décadas.

(Daniel Acuna/Marvel)

O Eixo, sabendo que os Aliados irão alterar a realidade, preparam Steve para a missão que terá no futuro (Daniel Acuna/Marvel)

Ou seja, Kobik não “reescreveu” a história de Steve Rogers. Ela apenas restaurou sua história original. O Capitão América bonzinho é que era o fake. E a Hidra previu isso, de modo que, antes de os Aliados mudarem a história, Steve foi instruído de que, apesar de ter sua natureza alterada, um dia ele voltaria ser o que era e deveria retomar os planos da Hidra.

Então isso é o que a Marvel tem pra hoje: um Capitão América doutrinado pelo fascismo desde a infância, ex-aliado dos nazistas e atualmente determinado a dominar o mundo.

O PLANO DO CAPITÃO

Secret Empire 0 também estabelece como o Capitão irá executar seu plano. São três áreas de ação diferentes.

A primeira é usar Kobik para completamente restaurar o mundo ao que ele era antes de os Aliados alterarem a realidade. Só que, conforme podemos acompanhar no gibi do Capitão, Kobik foi fragmentada e espalhada pelo mundo pelo Dr. Erik Selvig. Isso entrega a trama da minissérie: o Capitão e a Hidra vão passar o resto da história procurando os pedaços de Kobik, enquanto os heróis provavelmente fazem o mesmo.

Os pedaços de Kobik se espalham pelo mundo

Capitão América e a Madame Hidra decidem ir atrás dos pedaços do cubo cósmico para completar sua missão (Daniel Acuna/Marvel)

A segunda área de ação é dominar a S.H.I.E.L.D., algo que Steve conseguiu facilmente com seu cargo de diretor, sua reputação de herói e a ajuda do Dr. Fausto, um vilão com poderes de manipulação mental. Por fim, o Capitão precisa neutralizar os heróis, algo que ele consegue “trancando” a maioria deles para fora da órbita terrestre enquanto eles estão tentando impedir uma visão Chitauri. Isso é possível por meio de um escudo global criado pela S.H.I.E.L.D. e introduzido nas histórias vários meses atrás.

Os heróis presos no espaço sideral (Daniel Acuna/Marvel)

MORAL DA HISTÓRIA?

Dá para interpretar essa alteração de realidade criada pelos roteiristas de várias formas. Talvez seja uma crítica ao abuso de poder por meio das autoridades e também ao uso indiscriminado de recursos perigosos em nome de “boas intenções”. Talvez seja um reposicionamento do universo Marvel como um todo, que se torna uma grande organização lutando contra a vitória do fascismo, custe o que custar.

No entanto, a questão mais urgente é em relação ao caráter do Capitão. Será que ele ficará em definitivo como um vilão doutrinado pela Hidra? Ou será que seu passado como herói, agora estabelecido como um farsa criada pelo cubo cósmico, vai voltar a ser legitimado como a verdade?

Vale lembrar que o Capitão América foi criado por Jack Kirby e Joe Simon, dois judeus que lutaram na Guerra. Alterar a origem e a essência do herói pode ser um desrespeito tanto ao trabalho dos dois quanto ao universo ficcional que eles ajudaram a criar.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Rogério dos Anjos

    Você já conhece um novo site para colecionador: acha-se.com?
    O site é fácil de usar, temos essa outra opção publiquem lá também!

    Curtir