Logo ME

Os 10 maiores escândalos dos concursos de miss

Falsificar um roubo, esconder a família, fazer ensaio nu e até namorar traficante: conheça as beldades que perderam a linha e chocaram o mundo da beleza

(Daniel Rosini/Mundo Estranho)

10) Machismo puro
QUEM Miss Mundo
QUANDO 1973

Marjorie Wallace conseguiu duas façanhas: ser a primeira norte-americana a vencer o Miss Mundo e também a primeira a perder a coroa. O motivo? Marjorie foi flagrada com várias celebridades: durante sua estada no Reino Unido, onde aconteceu o concurso, ela foi vista com famosos como o cantor Tom Jones e o piloto de Fórmula 1 Peter Revson. O regulamento do concurso (pra lá de machista) condena esse tipo de comportamento. A punição: muitas aparições constrangedoras na mídia e a perda da coroa 104 dias após a vitória. Mas ela ainda figura como Miss Mundo, já que nenhuma rival foi nomeada como sucessora.

 

9) Família secreta
QUEM Miss EUA
QUANDO 1957

No dia seguinte à sua vitória, Mary Leona Gage foi denunciada aos organizadores. As informações eram de que a bela havia mentido a idade: em vez de ter o mínimo exigido pelo concurso, 21 anos, Mary tinha apenas 18. Além disso, mesmo com pouca idade, a modelo já havia sido casada duas vezes e tinha filhos – ambas características proibidas em qualquer concurso de miss (eita, mais machismo!). Ela foi desclassificada.

 

8) Japão, não!
QUEM Miss Universo
QUANDO 1974

A modelo e atriz Amparo Muñoz foi a primeira e única Miss Espanha a vencer também o Miss Universo. Meses depois do concurso, porém, mandou a coroa de miss passear após recusar uma viagem ao Japão. Exaustivamente perseguida pela imprensa, ela nunca explicou o real motivo da abdicação. Depois disso, tornou-se uma atriz de cinema requisitada, mas acabou se envolvendo com drogas e indo à falência. Amparo morreu em 2011, de um aneurisma cerebral.

 

 

7) Jeitinho brasileiro
QUEM Miss Rio de Janeiro
QUANDO 2012

A vitória da candidata de Armação de Búzios, Rayanne Moraes, causou revolta entre as demais participantes. As moças se uniram para denunciar irregularidades, como Rayanne ser mineira (as regras do concurso só permitem candidatas nascidas no estado do Rio de Janeiro), além de ter estatura e idade abaixo das exigências. As rivais também alegaram que os jurados da competição eram amigos de Rayanne e favoreceram sua vitória. Apesar de tudo, ela não abdicou do título.

 

6) Rainha nua
QUEM Miss Mundo
QUANDO 1980

A alemã Gabriella Brum quebrou o recorde de reinado mais curto de uma Miss Mundo: passou apenas 18 horas com o título antes de renunciar a ele. Em entrevistas, ela disse que abdicou da coroa devido à pressão do namorado e da mídia. Descobriu-se depois que ela foi pressionada a renunciar pela própria organização do concurso, que descobriu a publicação de um ensaio nu da modelo, o que é proibido pelas regras. Após a confusão, a modelo posou nua de novo, desta vez para a Playboy norte-americana, em 1981.

 

(Daniel Rosini/Mundo Estranho)

5) Crise de matrimônio
QUEM Miss Califórnia
QUANDO 2009

A bela Caroline Michelle “Carrie” Prejean Boller se deu mal ao ser questionada por um juiz do concurso, que era gay, sobre sua opinião a respeito do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Ela disse que respeitava, mas achava que o casamento deveria acontecer entre homem e mulher. O caso rendeu tanta repercussão que ela foi destituída do cargo – as alegações foram de “quebra de contrato”, simplesmente. Os organizadores exigiram, ainda, que Caroline devolvesse o valor pago por eles pelo implante de silicone em seus seios.

 

4) Barreiras da fé
QUEM Miss Mundo
QUANDO 2002

Durante o concurso, a bósnia D’ejla Glavovic não se envolveu em causas ecológicas nem conviveu com as outras concorrentes, conforme eram as regras. Com isso, ganhou a antipatia das colegas, embora fosse queridinha dos jurados. Ela conquistou o título, mas, meses depois, perdeu a coroa por “não cumprir com suas obrigações”. Rumores afirmaram que, por ser muçulmana, D’ejla se recusou a viajar para países de crença cristã.

 

3)Triângulo amoroso
QUEM Miss Inglaterra
QAUNDO 2009

A atleta Rachel Christie ficou marcada na história como a primeira negra a receber a coroa de miss na terra da rainha. Mas a vitória virou vexame quatro meses depois. Durante uma festa com temática pornô, Christie agrediu com socos a miss da cidade de Manchester, Sara Jones. O motivo? Sara mostrou a Rachel uma mensagem picante sobre o namorado da Miss Inglaterra na época. A bela renunciou à coroa depois da treta.

 

2) Camuflou a coroa
QUEM Miss Peru
QUANDO 1999

Quatro meses após ser eleita, Rosa Elvira Cartagena, a primeira Miss Peru negra, foi representar seu país no Miss Âmbar, na República Dominicana. Ao retornar, disse a todos que sua coroa de Miss Peru fora roubada. Dias depois, a polícia descobriu que era uma farsa e que não havia roubo: a coroa estava com a miss. Após o escândalo, Cartagena perdeu o título e concedeu uma entrevista em rede nacional pedindo desculpas pela mentira. Após ser destituída do cargo, Cartagena afirmou que foi instruída pela organização do concurso a fazer a armação.

 

1) Beleza enjaulada
QUEM Miss Sinaloa e Miss América Hispânica
QUANDO 2008

A modelo mexicana Laura Elena Zúñiga perdeu as coroas de Miss Sinaloa (um estado do México) e de Miss América Hispânica após uma denúncia anônima causar sua prisão junto com sete homens. Duas caminhonetes foram apreendidas e, dentro delas, foram encontrados dois fuzis, três pistolas, 633 balas, 16 celulares e cerca de US$ 100 mil em dinheiro. A polícia suspeitava que Laura namorava um dos chefes de um cartel de tráfico de drogas. A bonita, claro, negou tudo e foi solta três dias depois por falta de provas. Mas o suposto namorado ficou no xilindró. Houve tanta comoção no país que o caso foi parar no cinema.

 

FONTES Sites UOL, G1, R7, Terra Brasil, Terra México, El País, ABC en Español, Daily News e BBC

 

Inscreva-se na newsletter da Mundo Estranho e receba, toda semana, dez notícias e reportagens que vão te surpreender!