Logo ME

Por que o Reino Unido disputa a olimpíada como uma única nação?

É bem diferente da Copa do Mundo, onde Inglaterra, Escócia e País de Gales têm seleções separadas. Por que existe essa diferença?

PERGUNTA Toni, São Paulo, SP

A dúvida é compreensível, já que, na Copa do Mundo, cada país componente do Reino Unido tem sua própria seleção. A resposta é complicada, mas, em poucas palavras, por tradição. Nos Jogos Olímpicos, todos os territórios da coroa britânica competem como “Time Grã-Bretanha”. O problema é que “Grã-Bretanha” exclui todas as ilhas que não a principal, onde ficam Inglaterra, Escócia e País de Gales.

Sim, isso chateia muita gente, mas trocar por “Time Reino Unido” não adiantaria nada, pois alguns territórios, como Gibraltar, que fazem parte do time olímpico, não fazem parte do Reino Unido. Tudo isso porque desde os primeiros Jogos Olímpicos modernos, de 1896, essas delegações jogaram juntas, e permaneceram assim porque a separação não era de interesse de ninguém – sozinha, a Inglaterra estaria abaixo da Rússia no ranking de medalhas, e os outros territórios iriam lá para os cafundós da tabela.

Na Copa, a história é outra: a Inglaterra e a Escócia “inventaram” o esporte e criaram uma rivalidade desde 1872, antes de a Fifa existir. Então os países do Reino Unido preferiram seguir jogando separadamente, como nos velhos tempos.

 

DESUNIDOS NÃO VENCEREMOS

Para onde iriam as medalhas do Time Grã-Bretanha nos Jogos Olímpicos 2016, se as federações jogassem separadamente

103 Inglaterra

16 Escócia

9 País de Gales

1 Ilha de Mann

1 Ilhas do Canal

 

Assine nossa newsletter para receber, toda semana, 10 notícias e reportagens que são a sua cara!