Logo ME

4 figuras históricas que causaram polêmica com filhos bastardos

Crianças concebidas fora do casamento já renderam crise na sucessão do poder e até risco de "impeachment"

(Camaleão/Mundo Estranho)

QUEM VAI PARA O TRONO?

Nosso primeiro imperador, dom Pedro 1º, era uma fábrica de filhos: teve oito com duas esposas, dona Leopoldina e dona Amélia, e vários outros com múltiplas amantes. Só com a marquesa de Santos foram cinco! O latin lover bigodudo ainda pegou a irmã dela, a baronesa de Sorocaba – ambas chegaram a ficar grávidas dele ao mesmo tempo, em 1823. Da relação com a baronesa, surgiu um dos bastardos mais conhecidos, Rodrigo Delfim. Pedro 2º era o filho mais novo de Pedro 1º com dona Leopoldina.

 

DNA ATRASADO

Em 1802, um escândalo quase custou a Thomas Jefferson o cargo de presidente dos EUA, conquistado no ano anterior. A boataria dizia que ele tinha um caso com uma de suas escravas, Sally Hemmings. Viúvo desde 1782, Jefferson sempre negou. Só quase dois séculos depois, em 1998, um teste de DNA encontrou simetria entre um descendente do caçula de Sally ea linhagem de Jefferson. Era a prova: Jefferson (um dos líderes no processo internacional para criminalizar o tráfico negreiro) havia tido seis filhos com Sally.

 

 

Veja também

 

MINHA AMANTE MANDA EM MIM

Hoje, no Programa do Ratinho, pais relapsos querem fugir da pensão alimentícia. Imagine na Inglaterra do século 17, em que era costume dar dinheiro e cargos de nobreza aos filhos das amantes “oficiais”! O rei Carlos 2º se lascou: uma das “namoradas”, Barbara Palmer, teve cinco filhos, tornando-a tão influente que ficou conhecida como “a rainha sem coroa”. Com o tempo, acumulou títulos de baronesa, duquesa e condessa, e, com suas tramoias, conseguiu derrubar o maior conselheiro do rei, o 1º conde de Clarendon.

 

ELA FOI DELETADA

Procure por princesa Louise nos arquivos da monarquia britânica e fique frustrado: está tudo barrado. A filha da rainha Victoria faleceu em 1939, mas sua história continua censurada pela coroa até hoje. O problema seria um suposto filho de Louise com Walter George Stirling, médico da família contratado para cuidar do príncipe Leopold. Enquanto a existência da criança segue um mistério, ainda hoje supostos descendentes da princesa tentam, sem sucesso, conseguir uma exumação do corpo para provar o parentesco por meio de um teste de DNA.

 

Curtiu essa matéria? Inscreva-se na nossa newsletter para receber mais conteúdos como este toda semana!

 

FONTES Sites Monticello, Canmore e TED; livros D. Pedro I, de Isabel Lustosa, Cleopatra: A Life, de Stacy Schiff, The Mystery of Princess Louise: Queen Victoria’s Rebellious Daughter, de Lucinda Hawksley, Livia, Empress of Rome: a Biography, de Matthew Dennison, The Vatican’s Women: Female Influence at the Holy See, de Paul Hofmann, The Feud: The Hatfields and McCoys: The True Story, de Dean King, Ramsés II: o Deus Vivo, Conquistador de Terras e de Corações, de Helena Trindade Lopes, e As Seis Mulheres de Henrique VIII, de Antonia Fraser