Logo ME

Como eram as rações dos soldados em diferentes guerras?

Pela primeira vez, água fresca e comida aquecida foram entregues nas trincheiras.

Comendo e andando

como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-1 como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-1

CONFLITO– Revolução Norte-Americana

PERÍODO– 1775-1815 – O transporte e a conservação da comida eram os pontos mais complicados. Por isso, os estoques, mantidos apenas com sal, eram posicionados estrategicamente ao longo das linhas de suprimento da infantaria. A distribuição da ração era feita em grupos, não individualmente, e a galera comia em movimento

Saco vazio não para em pé

como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-2 como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-2

CONFLITO – Guerra Civil Norte-Americana

PERÍODO 1861-1865 – A ração militar ainda tinha como propósito encher a barriga das tropas, em vez de distribuir e equilibrar a dieta de forma nutritiva. Vegetais e legumes frescos eram raríssimos ou inexistentes e doenças devido à má nutrição eram frequentes. Gado era deslocado junto com as tropas para serem abatidos em campo

Menu diferenciado

como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-3 como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-3

CONFLITO – 1ª Guerra Mundial

PERÍODO 1914-1918 – Pela primeira vez, água fresca e comida aquecida foram entregues nas trincheiras. As rações chegavam em latas grandes que alimentavam até 25 soldados. Para oficiais de alta patente ou tropas de elite havia provisões especiais apelidadas de “rações de emergência”, com itens valiosos como chocolate e bolo

Sopa de letrinhas

como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-4 como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-4

CONFLITO – 2ª Guerra Mundial

PERÍODO 1939-1945 – São lançadas as “rações de alfabeto” – cada cardápio era designado por uma letra. A do tipo C, descrita abaixo, era o “prato feito” mais comum para os soldados. A D incluía chocolate e a K era uma versão de café da manhã, sem os principais pratos da C. Nesta guerra, surgem também as rações pré-cozidas

Na Guerra da Coréia (1950-1953), os EUA continuaram usando a ração C

– Como seria sua vida se a Grande Guerra não tivesse existido?

Cozinha ambulante

como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-5 como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-5

CONFLITO – Guerra do Vietnã

PERÍODO 1957-1975 – A nutrição passou a ser mais importante que simplesmente encher a barriga do soldado. A umidade excessiva no front de batalha e a dificuldade de locomoção fez com que os norte-americanos adotassem cozinhas móveis em trailers (ou MKTs, na sigla em inglês), para tentar preservar o frescor das refeições

Customizada e com grife

como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-6 como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-6

CONFLITO – Guerra do Golfo

PERÍODO 1990-1991 – Em 1983, surgem as refeições prontas para o consumo (ou MRE, na sigla em inglês). Elas são separadas em pacotes selados hermeticamente e distribuídas individualmente. As opções e combinações começaram a variar a cada semana e marcas famosas são incorporadas, como barras de chocolate Hershey

– Que invenções de guerra a gente usa hoje em casa?

Planejada com carinho

como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-7 como-eram-racoes-soldados-diferentes-guerras-7

CONFLITO – Guerra do Iraque e Afeganistão

PERÍODO 2001-presente – A MRE é aperfeiçoada com 24 tipos de menu, inclusive com opções vegetariana e kosher (para seguidores do judaísmo). Uma área das Forças Armadas dos EUA se encarrega especificamente de desenvolver os cardápios, pensando no sabor, na nutrição e até nos estímulos ao olfato do soldado

FONTES Washington Post, Time e relações públicas do Exército dos EUA (http://www.army.mil)