Logo ME

Quem são os Libertadores da América?

Dom Pedro I

O nome com que foi batizado o maior torneio interclubes do futebol sul-americano não homenageia um agrupamento oficial ou uma instituição, mas, sim, o conjunto de líderes dos processos de independência dos países da América do Sul. Os principais foram Simón Bolívar e José de San Martín, que atuaram no processo de independência de diversos países, engajados em um ideal de libertação maior, que visava inclusive a formação de uma grande nação pan-americana. Mas também são considerados libertadores líderes de caráter menos guerreiro, como dom Pedro I, o libertador brasileiro, que proclamou a independência em um processo pacífico, motivado mais pela briguinha que mantinha com o pai, o então rei de Portugal, dom João VI, do que propriamente como parte de um ideal popular de libertação.

Simón Bolívar ganhou o apelido de El Libertador após um acontecimento bem mais turbulento do que o Grito do Ipiranga: após um período de exílio na Colômbia, Bolívar e sua tropa invadiram a cidade de Mérida, na Venezuela, no dia 23 de maio de 1813, dando início à independência daquele país. Um fato curioso é que a Venezuela, onde nasceu Bolívar, tem um péssimo retrospecto no campeonato em homenagem aos heróis, a Copa Libertadores da América

LEIA TAMBÉM:

– Os vikings realmente chegaram à América?

– Quem descobriu a América antes de Colombo?

– Por que as terras da Espanha na América viraram vários países?

– Quais foram os duelos mais sangrentos da Libertadores?