Mundo Estranho

Como é a hierarquia dos anjos católicos?

por Lorena de Oliveira | Edição 71

Como é a hierarquia dos anjos católicos?

Edson Rossato,

São Paulo, SP

Os anjos são os seres espirituais que fazem o meio-de-campo entre os homens e o Todo-Poderoso. As asas possibilitam que eles façam o caminho entre o céu e a terra. A divisão dos anjos em nove coros foi citada pela Bíblia, mas quem colocou ordem no mundo angelical foi são Tomás de Aquino. Além de classificá-los em três esferas, o teólogo também determinou as características e funções de cada um dos coros. Todo o seu estudo sobre anjos foi publicado no livro Suma Teológica, escrito por ele entre 1?265 e 1?273. :-

Burocracia celestial Para governar o mundo inteiro, o Todo-Poderoso conta com a ajuda de seus funcionários alados

Primeira Esfera - São os anjos que glorificam e contemplam a Deus

Serafins

Em hebraico, serafim significa "aquele que arde" - é por isso que este anjo é cheio de chamas douradas e prateadas, além de ter seis asas. São os anjos mais próximos de Deus, encarregados de guardar o trono sagrado. São considerados os anjos mais velhos e com os pensamentos mais puros

Querubins

Depois que Adão e Eva foram expulsos do paraíso, eles ficaram responsáveis por guardar a Árvore da Vida, símbolo da vida eterna. Eles têm quatro rostos, quatro asas e muitos olhos. Como são sabichões, guardam os mistérios divinos e organizam o caos universal

Tronos

São descritos como rodamoinhos de luz, que mantêm o trono de Deus por meio do som. São considerados os músicos celestiais e vivem com harpas ou cítaras nas mãos. Eles ajudam a manter a segurança do poder divino e passam as missões de cima para os coros de anjos inferiores

Segunda Esfera - Nem tanto ao céu nem tanto à terra, são eles que governam de fato

Dominações

São considerados os ministros de Deus - dá só uma olhada no cetro e na espada, símbolos do seu poder. Exercem o domínio sobre os coros angelicais inferiores, responsáveis por executar as vontades soberanas, e recebem as missões mais relevantes

Virtudes

Auxiliam na execução das tarefas divinas, tirando os obstáculos do caminho. São representados como jovens fortes e saudáveis, com um cajado ou bastão nas mãos. Eles também têm poder sobre a natureza e acalmam tempestades, maremotos e terremotos

Potestades

São anjos com grande poder de concentração, porque ajudam a concretizar o pensamento de Deus. Levam sempre uma espada flamejante para proteger os homens contra o poder dos demônios. Também cuidam dos quatro elementos: água, terra, fogo e ar

Terceira Esfera - Mais próximos de nós, estes anjos cumprem as ordens superiores

Principados

Dão instruções e avisos de Deus a príncipes, reis, líderes e governantes. São severos com aqueles que, apesar de suas recomendações, insistem em não agir de acordo com a vontade de Deus. Carregam cruzes e um cetro nas mãos

Arcanjos

Figurinhas conhecidas da Bíblia, são os encarregados de Deus para missões extraordinárias e revelações acima da compreensão humana, como quando o arcanjo Gabriel disse a Maria que ela seria mãe de Cristo. Levam nas mãos uma espada e um escudo

Anjos da guarda

Sabe os anjinhos que aparecem sobre os ombros dos personagens de desenhos animados? São os anjos da guarda, que ativam nossa intuição e nos protegem dos perigos. Eles gostam de espaços limpos, flores, cores claras, música e perfumes suaves. Eles tomam a forma que cada pessoa imagina

Anjos Decaídos - São os anjos que foram rebaixados das primeiras divisões celestiais

Lúcifer

Assim como os humanos, os anjos têm livre-arbítrio, o que pode levar uma parte deles a se render aos pecados, como soberba e inveja. Ao fazerem isso, eles são expulsos do céu e se tornam anjos decaídos. O caso mais famoso é o de Lúcifer, um ex-serafim que se achava superior a Deus e acabou no inferno

Você também pode gostar de:

Fechar