Mundo Estranho

Como é feita a teia de aranha?

Os fios são produzidos em uma glândula localizada no abdômen do animal. Dependendo da espécie da aranha, esses fios são usados para formar estruturas e desenhos diferentes, o que varia também em função da finalidade da construção. Os principais tipos de teias servem para captura, cópula ou refúgio (veja no texto abaixo), mas existem também as de muda, que são usadas por algumas espécies que trocam o esqueleto externo. Duas aranhas bastante conhecidas produzem teias bem características. A viúva-negra faz um desenho completamente irregular, que nada lembra a precisão geométrica de algumas construções. Já algumas caranguejeiras têm o costume de preparar uma teia bastante densa sobre o solo, onde podem ficar escondidas. "Geralmente são as fêmeas que constroem as teias. Os machos só fazem isso ocasionalmente", diz a bióloga Irene Knysak, do Instituto Butantan, em São Paulo. Os fios de seda são extremamente resistentes e elásticos.

Com espessura equivalente a um décimo de um fio de cabelo, eles podem ser esticados, sem quebrar, 40% acima do seu comprimento normal - o dobro da elasticidade do náilon. Especialistas calculam que um fio de teia grosso como um lápis seria capaz até mesmo de parar um Boeing 747 em pleno vôo!

Seda pura Glândulas produzem os fios, que têm a espessura ajustada por pêlos especiais

1. No abdômen das aranhas se localizam algumas glândulas chamadas sericígenas. Elas secretam um tipo de proteína em estado líquido

2. Essa substância sai do corpo da aranha por uma espécie de minúsculos tubinhos, as fiandeiras. Localizadas na parte de trás do abdômen, elas controlam a quantidade de teia expelida

3. Quando a proteína líquida entra em contato com o ar, torna-se um fino fio de seda, com o qual a teia será construída. Nas pontas das fiandeiras há vários pelinhos que parecem pequenas garras e servem para ajustar a espessura do fio produzido

Arquitetura prática Delicadas construções podem ter várias finalidades

Teia de captura

É a que a gente mais vê e serve para prender pequenos insetos que depois serão devorados. Parte dela é coberta por uma substância viscosa, que gruda nas vítimas

Teia de cópula

Como o nome diz, serve como ninho nupcial para as aranhas. Tem a forma de um copinho, no qual o macho deposita o esperma para depois colocá-lo na fêmea

Teia de refúgio

É a própria casa da aranha. Ela é formada por um grande emaranhado de fios, geralmente adquirindo a forma de um pequeno tubo

Você também pode gostar de:

Fechar