Mundo Estranho

Como funciona a hemodiálise?

640px-Dialysis_-_arm_-_01

A hemodiálise é um método de filtragem do sangue por meio de um rim artificial. "Ela é uma das técnicas indicadas para pacientes com insuficiência renal, quando os rins trabalham com apenas cerca de 10% de sua capacidade normal", afirma a nefrologista Maria Lúcia dos Santos Vaz, do Hospital do Rim e Hipertensão, em São Paulo. Quando o rim da pessoa está meio baleado, ele não consegue eliminar as impurezas tóxicas que se acumulam no sangue. Por isso, a única solução é fazer com que o líquido saia do corpo e passe pela máquina de hemodiálise, que irá fazer o trabalho "sujo" do rim. O filtro usado na máquina é descartável, mas pode ser reutilizado no mesmo paciente - depois de limpo e testado - por até 12 vezes. "Cada sessão dura cerca de quatro horas e deve ser feita três vezes por semana. Um adulto tem cerca de 5 litros de sangue no organismo. Durante a hemodiálise, todo esse volume é filtrado várias vezes", afirma Maria Lúcia.

Máquina sangue bom Filtro retém substâncias tóxicas, mas deixa passar glóbulos vermelhos

1. A sessão de hemodiálise começa com a introdução da agulha que vai extrair o sangue do paciente com insuficiência renal. A agulha é colocada no braço, numa fístula — união entre uma veia e uma artéria — para que a vazão do sangue seja grande

2. A cada minuto, cerca de 300 mililitros de sangue cheios de impureza saem do organismo do paciente. Um sistema de bombas impulsiona o líquido por um circuito de tubos extracorpóreos até um filtro, instalado do lado de fora da máquina

3. No filtro há milhares de microtubinhos (capilares) por onde o sangue passa. Semipermeáveis, eles ficam mergulhados numa solução à base de água e sais. Os elementos importantes do sangue (como os glóbulos vermelhos) são grandes e não atravessam as paredes dos capilares. Já substâncias tóxicas (como a uréia) são menores e passam para a solução, de onde serão eliminadas

4. O sangue purificado que percorreu os capilares sai do outro lado do filtro e retorna ao paciente. Todo o processo da hemodiálise é comandado por uma grande máquina. O sangue não passa por ela. A máquina apenas controla itens como o fluxo da solução que circula pelo filtro, além de ter vários monitores que permitem verificar se a hemodiálise está correndo bem

Você também pode gostar de:

Fechar