Mundo Estranho

Como funciona a trava elétrica dos carros?

por André Sartorelli | Edição 77

1- A chave de um carro com trava elétrica tem um controle remoto, formado por uma pequena placa eletrônica. Quando alguém aperta os botões de controle da chave, o chip dessa placa cria um código que pode ter mais de 1 trilhão de combinações numéricas. Esse código garante que a chave de um carro não acione a trava de outro veículo.

2- Para chegar ao carro, o código precisa do impulso de um minúsculo transmissor, que também fica na placa eletrônica da chave. Além do código gerado pelo chip, o transmissor envia um outro código, chamado de função, que representa o comando travar ou destravar portas. A combinação dos dois códigos torna o sistema ainda mais seguro.

3- Os códigos saem do transmissor via ondas de rádio, que se propagam pelo ar até serem captadas por um sistema de alarme. Esse equipamento fica na central elétrica do carro, em geral, atrás do painel. Por meio de fios, o alarme está conectado a outra peça, a centralina, um tipo de processador que traduz o código recebido e gera um pulso elétrico.

4- Da centralina sai uma grande fiação que chega até cada uma das travas posicionadas nas portas do carro. Geralmente, a trava na porta do motorista, chamada de trava mestre, recebe mais fios, pois é a partir dela que as demais travas vão realizar o movimento de fechar ou abrir as portas.

5- Toda trava possui um pequeno motor que aciona um conjunto de engrenagens dentro dela. Dessas engrenagens saem hastes metálicas que atravessam a porta até a fechadura. Dependendo do comando recebido da centralina, as engrenagens da trava movimentam as hastes metálicas para abrir ou para bloquear a fechadura da porta.

CONSULTORIA: GABRIEL ANTÔNIO RIBEIRO, TÉCNICO EM ELETRÔNICA E PROFESSOR DO SENAI-SP

Você também pode gostar de:

Fechar