Mundo Estranho

Como funcionam as máquinas de fazer neve?

SnowMakingGun

Basicamente, elas imitam a natureza, produzindo flocos idênticos aos que caem do céu. Mas a verdade é que essas máquinas não produzem neve sozinhas: o que elas soltam é apenas um grande jato de gotículas de água, que acabam se solidificando se a atmosfera estiver bem fria. Os flocos brancos só aparecem se São Pedro der uma mãozinha, deixando a temperatura abaixo de -1 ºC. Nessa friaca, as gotinhas que jorram da máquina viram neve na hora. Mesmo assim, o líquido ainda precisa de outra ajuda para cristalizar. Acontece que as gotas suspensas não são formadas apenas de água. Dentro das nuvens, elas são atraídas por partículas microscópicas, como grãos de poeira ou bactérias, que "roubam" energia da água e ajudam as gotículas a congelar mais rápido. Para simular isso nas máquinas, misturam-se partículas de proteína na água da mangueira, fazendo com que as gotas já se formem com seus respectivos núcleos. Desse jeito, elas congelam com mais facilidade e o resultado é muito mais neve. A essa altura, você pode estar perguntando: de que adiantam essas máquinas se elas precisam de um clima tão frio para funcionar? Com temperaturas abaixo de -1º C, a neve já cai do céu de qualquer maneira, certo? É isso mesmo, mas a grande utilidade dessas máquinas é que elas produzem uma neve mais seca, que faz esquis e snowboards deslizarem melhor. Esse tipo de floco ideal para esportes nem sempre cai do céu. Quando São Pedro não ajuda, quem dá a neve é o dono da estação de esqui mesmo

Trabalho pela metade O aparelho só funciona se a temperatura ambiente estiver abaixo de - 1ºC

1. Nas máquinas de neve, a formação dos flocos brancos começa quando uma mangueira ligada a um lago ou a qualquer tipo de reservatório leva um fluxo constante de água para dentro do aparelho. O líquido é previamente misturado a partículas de proteína, que ajudam as gotinhas a cristalizar

2. A uma temperatura ambiente de -1 ºC, as gotículas se transformam em neve. A lufada de ar frio resfria o spray úmido, acelerando a produção de flocos. Mas isso só acontece se o ar estiver bem seco. Com uma atmosfera carregada de umidade, os termômetros precisam bater em -6 ºC para formar neve. Se isso não ocorrer, a máquina só cria um jato de chuva

3. Dentro da máquina, um grande ventilador se encarrega de espalhar a água que chega do reservatório e de misturar o jato líquido ao fluxo de proteínas. Isso forma um spray úmido de pequenas gotículas que são impulsionadas diretamente para a atmosfera

Você também pode gostar de:

Fechar