Mundo Estranho

Como são pagos os prêmios de quem ganha na loteria?

por Marina Motomura | Edição 56

Se não morrer do coração, o sortudo tem que pegar o bilhete premiado e correr à casa lotérica mais próxima. Se o valor do prêmio for de até 800 reais, ele pode retirar o valor, em dinheiro vivo, na casa lotérica mesmo. Agora, se for mais do que isso, a recomendação é ir direto a uma agência da Caixa Econômica Federal, com o bilhete premiado, o RG e o CPF em mãos. Vale qualquer agência: mesmo que tenha apostado em São Paulo, você pode correr para uma Caixa no Rio, em Manaus ou, claro, em São Paulo mesmo. Na agência, o ganhador vai ser orientado pelo gerente sobre o que fazer com a fortuna. Ele pode tanto sacar a grana integralmente, em um cheque nominal, quanto investir em uma aplicação. O valor do prêmio é líquido, ou seja, já tem todos os impostos descontados. Mas mesmo aquelas boladas da Mega-Sena representam apenas uma parte do dinheiro arrecadado. De tudo que se aposta na Mega-Sena, por exemplo, 54% é repartido entre o Comitê Olímpico Brasileiro, o Fundo Nacional de Cultura, o Fundo Penitenciário Naciona e outras instituições. Os demais 46% equivalem ao prêmio, mas são repartidos da seguinte forma: 35% para quem acertar as seis dezenas sorteadas, 20% para os acertadores da quina (cinco acertos), 20% para os da quadra (quatro acertos) e os 25% restantes ficam acumulados para os concursos de final zero ou cinco, que têm prêmios maiores.

Você também pode gostar de:

Fechar