Mundo Estranho

Como sobreviver na selva?

por Yuri Vasconcelos | Edição 110

Para se manter vivo em um ambiente desconhecido e hostil é preciso cuidar de oito pontos-chave: água, alimento, abrigo, fogo, corpo, orientação, deslocamento e sinalização. Além disso, alguém que se perde na selva, seja porque se desviou de uma trilha, seja porque estava a bordo de um meio de transporte que foi parar na mata, precisa ter autocontrole, uma boa dose de coragem e perseverança para superar a situação. A primeira coisa a fazer é não entrar em pânico. Com calma, vai ser mais fácil encontrar o caminho de volta.

Welcome to the jungle

Com poucos recursos e muito cuidado, é possível escapar da mata fechada

AbrigoConstruir um abrigo numa clareira é essencial para passar a noite. Para aumentar a segurança, ele deve ficar suspenso a meio metro do chão, dificultando a entrada de água e animais. Uma plataforma com galhos cruzados e sustentados por tocos de madeira fincados no chão garante a elevação

Água

Hidratação é vital para sobreviver, coletando água de chuva ou bebendo do rio. No primeiro caso, vale usar folhas para canalizar a água que escorre de galhos e troncos para a boca. Em casos extremos, o jeito é amarrar uma camiseta na perna para colher água do orvalho acumulado na vegetação

AlimentoA selva é cheia de bichos, mas não é fácil caçá-los. Se uma cobra aparecer, vale procurar pedras ou galhos e tentar encarar a refeição. Deve-se evitar vegetais com pelos, gosto amargo e seiva leitosa - características dos venenosos. Frutos bicados ou mordidos geralmente são comestíveis

Deslocamento

Subir numa árvore para observar o entorno evita uma locomoção desorientada. Também é importante fixar pontos de referência como rochedos ou árvores altas e com folhagem diferenciada. Marcar o caminho cortando os galhos das árvores evita que se ande em círculos e orienta equipes de resgate

Orientação

Localizar os pontos cardeais é uma boa maneira para se orientar. Se a mata não for muito fechada, é só esperar o Sol nascer para descobrir onde fica o leste. Estendendo o braço direito nessa direção, o esquerdo apontará o oeste. O norte estará à frente e o sul às costas

CorpoTomar banhos diários, lavando arranhões e picadas de insetos, evita infecções. Os pés devem ter atenção, já que são essenciais para a locomoção. Além de vestir camisas de mangas compridas para escapar de picadas, vale colocar as pernas da calça por dentro do calçado ou da meia - até pra dormir

Sinalização

Sinais espessos de fumaça podem ser vistos por aeronaves ao sobrevoar clareiras. Refletir raios solares com espelhos ou papel alumínio também pode garantir um resgate aéreo. Para orientar o socorro em terra, deve-se marcar setas no chão, indicando a direção tomada toda vez que se sai do acampamento

• É importante não montar o abrigo embaixo de grandes árvores para evitar a queda de galhos e de frutos grandes

• Teto e plataforma devem ser cobertos com folhas de bananeira presas com raízes ou cipós contorcidos - sem nó para não arrebentar

• Uma fogueira com 1 m de diâmetro, no máximo, evita incêndios

• Se a mata fica numa região litorânea e a ideia é escapar em direção à praia, o mais indicado é seguir para leste

• Sacuda sapatos e roupas antes de vesti-los. Isso pode livrá-lo de uma picada de aranha ou de escorpião

FogoUma fogueira aquece o corpo, afasta animais e ajuda a cozinhar. Veja como fazer:

1. Parta um galho ao meio para obter uma face plana

2. Descole uma faca para fazer uma trilha na madeira

3. Esfregue uma varinha no sentido da trilha até surgir uma brasa

4. Derrame a brasa sobre os seguintes materiais na ordem indicada:

INGREDIENTES

Mecha de cabelo

Palha

Tecido

Papel

Gravetos

Galhos

Troncos

REPOUSO FORÇADO

Como agir se o avião cair na selva

Logo após o acidente, os sobreviventes devem se afastar da aeronave, esperar o motor esfriar e o combustível evaporar. Em seguida, é hora de atender os feridos. O avião pode ser usado como abrigo nos primeiros dias. Se o socorro não chegar após alguns dias, é hora de tentar sair da mata, seguindo as orientações que estão nesta matéria

É PAU, É PEDRA

Rochas, troncos ou galhos ajudam a formar códigos para orientar as equipes de resgate

Não podemos prosseguir viagem

Estamos avançando nessa direção

Precisamos de medicamentos

FONTE Manual Sobrevivência na Terra e no Mar, do Ministério da Aeronáutica, e manuais do Comando Militar da Amazônia e do IBGE. CONSULTORIA Lúcio Resende Jr., especialista em cursos de sobrevivência em ambientes hostis

Você também pode gostar de:

Fechar