Mundo Estranho

Existem super-heróis de verdade?

por Luiz Romero | Edição 111

Sim. Eles existem e, mesmo sem ter superpoderes, combatem o crime, defendem o meio ambiente e ajudam os mais fracos. A americana Amazonia e o britânico Captain Ozone estão entre os mais de 300 justiceiros que atuam em 13 países, segundo o worldsuperheroregistry.com. O site funciona como um banco de dados com ficha técnica dos heróis. Apesar de se concentrarem nos EUA, também há protetores mascarados na Europa, no Japão e na Austrália. Para entrar na lista, é preciso ter um uniforme, realizar atos heroicos e ter uma motivação pessoal, sem incentivo de empresas e patrocinadores. Amazonia, por exemplo, passou a patrulhar as ruas de Nova York após ver uma mulher ter a bolsa roubada em 2002. "Eu comecei a combater o crime depois de perceber que as pessoas sentiam medo de sair de casa, achando que seriam atacadas", explica a heroína.

Liga da justiça real

Conheça o nome e a missão de alguns vigilantes de carne e osso

RED ARROW

LOCAL - Hong Kong (China)

MISSÃO - Levar felicidade por meio de serviço humanitário

ANGLE GRINDER MAN

LOCAL - Kent e Londres (Inglaterra)

MISSÃO - Remove travas colocadas nas rodas de carro pela polícia

SUPERBARRIO

LOCAL - Cidade do México (México)

MISSÃO - Proteger os pobres e os trabalhadores

BLACK ARROW

LOCAL - Londres (Inglaterra)

MISSÃO - Combater o crime e proteger o meio ambiente

CAPTAIN OZONE

LOCAL - Belfast e Dublin (Irlanda do Norte)

MISSÃO - Promover fontes de energia limpas e renováveis

INSIGNIS

LOCAL - Utah (EUA)

MISSÃO - Patrulhar as ruas para combater o crime

AMAZONIA

LOCAL - Nova York (EUA)

MISSÃO - Proteger pessoas de ameaças no centro da cidade

GHOST

LOCAL - Utah (EUA)

MISSÃO - Combater o crime e lutar pela justiça

THANATOS

LOCAL - Vancouver (Canadá)

MISSÃO - Ajudar moradores de rua

ONI

LOCAL - Utah (EUA)

MISSÃO - Manter as ruas seguras para as gerações futuras

 

Você também pode gostar de:

Fechar