Mundo Estranho

Por que o mar é salgado?

por Marina Bessa | Edição 35

Taí uma questão que intriga um monte de gente. Tanto que mundo estranho abordou o tema já na edição 2 da revista! Mas como isso ocorreu há três anos e essa ainda é uma dúvida muito recorrente entre os leitores

A explicação todinha para esse mistério salgado está no ciclo da água no planeta, o que a gente explica em detalhes no infográfico abaixo. Antes disso, vale lembrar que o cloreto de sódio - o nome químico do popular sal de cozinha - não é a única substância dissolvida nos oceanos. Na água do mar também há cloreto de magnésio, bicabornato de cálcio, sulfato de magnésio, sulfato de cálcio e cloreto de potássio, entre outros. O sabor salgado do cloreto de sódio acabou predominando porque a substância é, de longe, bem mais abundante que as outras.

Água mole em pedra dura... O sal sai das rochas, é carregado pelos rios e se concentra nos oceanos

1. Para entender por que o mar é salgado, é preciso entender algumas curiosidades do ciclo da água. No nosso planeta, 84% do total da água evaporada em direção à atmosfera sai dos oceanos. No entanto, por causa da ação dos ventos, apenas 77% do total de água que retorna à superfície em forma de chuva cai sobre esses mesmos oceanos

2. Com os rios, a proporção é diferente: eles contribuem com 16% da água evaporada no planeta, mas recebem 23% das chuvas. Ou seja, os rios recebem mais água do que perdem, exatamente o contrário do que ocorre nos oceanos. Para manter o sistema em equilíbrio, os rios correm para o mar

3. Quando percorrem os continentes, as águas dos rios carregam íons — átomos ou conjunto de átomos "loucos" para se ligarem com outros íons — de cloro e de sódio. Esses íons se soltam das rochas nos leitos dos rios e se unem formando o cloreto de sódio, o sal de cozinha, que é levado junto com a água dos rios até o mar

4. Como o sal não evapora com a água, toda essa substância carregada pelos rios do planeta vai se acumulando nos mares. A repetição desse processo ao longo de centenas de milhões de anos de formação da Terra aumentou a concentração do cloreto de sódio nos oceanos, tornando-os salgados como são hoje em dia

Você também pode gostar de:

Fechar