Mundo Estranho

Por que o número 666 é relacionado ao demônio?

Não há uma resposta totalmente confiável, mas uma das hipóteses indica que 666 aparece como o "número da besta" no livro bíblico do Apocalipse, cuja autoria é atribuída a São João. No versículo 18 do capítulo 13, lê-se: "Quem tiver discernimento calcule o número da besta, pois é número de homem; e o seu número é seiscentos e sessenta e seis". Para entender essa estranha associação, é preciso retornar aos tempos em que o texto foi escrito - provavelmente, durante o século 1. Na época, os cristãos não admitiam o caráter divino do imperador romano Nero. Essa atitude incomodou o governante, que mandou reprimir violentamente os adeptos do cristianismo. Com a perseguição, o imperador passou a ser conhecido como a "besta" entre os fiéis, mas chamá-lo assim poderia desencadear uma reação feroz. Para evitar o problema, os cristãos resolveram relacionar as letras do nome Nero a algarismos, em uma técnica chamada gematria. O número resultante, claro, foi o diabólico 666. Essa é só uma das explicações para a associação, mas alguns especialistas acham que é a mais correta. "Afinal, o livro do Apocalipse foi escrito em mensagem cifrada, por causa das perseguições de Roma contra os cristãos", diz o teólogo Fernando Altemeyer, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Você também pode gostar de:

Fechar