Mundo Estranho

Por que um testículo fica mais baixo que o outro?

por Fernanda Wendel | Edição 1

Veja você mesmo: olhando de cima, normalmente o esquerdo fica mais baixo que o direito. Isso ocorre por causa da diferença entre os cordões que sustentam os testículos. Os dois são formados por vasos sanguíneos, nervos e músculo, mas o cordão do lado esquerdo é mais baixo que o direito. Não se assuste também ao perceber que em determinadas situações os testículos se encolhem ou se "soltam". Na hora do sexo o saco escrotal tende a ficar mais apertado e elevado. O frio e o calor também interferem nesse movimento, já que o organismo tem um mecanismo para manter a temperatura constante (veja quadro). Apesar de serem bastante enervados, os testículos não são a região mais sensível do aparelho genital masculino. A glande (ou cabeça do pênis) é a parte que tem mais terminações nervosas no órgão genital masculino. A fragilidade tem lá suas vantagens. Por ser muito sensível, o toque correto da glande pode trazer muito prazer ao homem. Numa coisa, glande e testículos se parecem: choques bruscos nessas áreas geralmente são ultradolorosos.

Eu tô no clima! Posição dos testículos tem relação direta com a temperatura

Situação normal

O testículo esquerdo tende a ficar mais baixo que o direito, por causa das diferenças entre os cordões que os sustentam

Dias quentes

O saco escrotal fica mais relaxado, deixando os testículos mais afastados do corpo para reduzir a temperatura, que deve ser constante

Dias frios

O saco escrotal se contrai, aproximando os testículos do corpo para que eles permaneçam aquecidos (e maduros)

Durante o sexo

O saco escrotal fica mais apertado e elevado, por causa da tensão

Você também pode gostar de:

Fechar