Mundo Estranho

Quais foram as tentativas de fuga mais espetaculares de Alcatraz?

por Roberto Navarro | Edição 49

Nos 29 anos em que Alcatraz funcionou como penitenciária federal - entre 1934 e 1963 -, rolaram 14 tentativas de fuga. Oficialmente, nenhuma delas deu certo. Alguns fujões sumiram, mas é difícil que alguém tenha sobrevivido às frias e fortes correntes marítimas da baía de São Francisco, que rodeia a ilha da prisão.

TENTATIVA 1

DATA - 11 de junho de 1962

NÚMERO DE FUGITIVOS - Três

1. Frank Lee Morris e os irmãos Clarence Anglin e John William Anglin cumpriam penas por assalto a banco. Durante vários meses, eles usaram colheres e facas roubadas do refeitório para alargar às escondidas os respiradouros de suas celas

2. Depois da última contagem da noite, começou a fuga. Para evitar que os guardas notassem, os bandidos colocaram, junto a travesseiros, cabeças de algodão e cabelo colhido na barbearia para imitar corpos nas camas

3. Subindo pelos respiradouros alargados, os presos acharam um estreito duto no teto e seguiram fugindo por ele. Os bandidos usaram ainda um pé-de-cabra para entortar as grades que surgiram pela frente

4. Esgueirando-se pelo duto, os três chegaram ao telhado do presídio, levando uma balsa inflável que haviam feito com capas de chuva de borracha, além de remos improvisados com placas de madeira compensada

5. Pelo telhado, os criminosos alcançaram uma chaminé da cozinha, por onde desceram sem ser percebidos pelos guardas da torre de vigia. No chão, pularam duas cercas de arame farpado de 3 metros de altura e correram por uma estradinha até a beira da ilha

6. No último ato da fuga, os presos inflaram a balsa improvisada e entraram na água. Nunca mais foram vistos. Na manhã seguinte, a fuga foi descoberta. Os bandidos foram declarados desaparecidos, mas é quase certo que tenham morrido na fuga. O episódio inspirou o filme Alcatraz, Fuga Impossível, com Clint Eastwood

TENTATIVA 2

DATA - 31 de julho de 1945

NÚMERO DE FUGITIVOS - Um

1. Condenado por tentativa de assalto, John K. Giles estava em Alcatraz havia 10 anos. Lá, ele trabalhava descarregando uniformes militares para serem lavados na prisão. Ao longo do tempo, roubou várias peças de roupa, até juntar um fardamento completo

2. Na manhã de 31 de julho de 1945, uma lancha do Exército atracou no cais. Vestindo um uniforme de sargento, Giles subiu a bordo e tentou misturar-se aos passageiros. Mas, antes de atracar, os tripulantes da lancha haviam feito uma contagem das pessoas. Depois que a lancha saiu, uma nova contagem revelou que havia um passageiro a mais. Um barco mais veloz que a lancha foi despachado de Alcatraz e recapturou o fujão

TENTATIVA 3

DATA - 16 de dezembro de 1937

NÚMERO DE FUGITIVOS - Dois

Num dia de muita neblina, os presos conseguiram abrir um pequeno buraco na janela do prédio das oficinas - que fica fora do edifício das celas - e escaparam, alcançando o mar

CURIOSIDADE - Buscas rigorosas não encontraram nem sinal dos caras. Os cadáveres nunca foram achados, mas os fugitivos foram declarados mortos pela direção do presídio

TENTATIVA 4

DATA - 23 de maio de 1938

NÚMERO DE FUGITIVOS - Três

Os bandidos escaparam com um martelo, chegaram ao último andar do prédio das oficinas e mataram um guarda desarmado. De uma das torres, um vigia viu os fujões e acertou dois deles

CURIOSIDADE - Um dos fugitivos morreu naquela noite no hospital. Os outros foram recapturados e condenados a prisão perpétua

TENTATIVA 5

DATA - 13 de janeiro de 1939

NÚMERO DE FUGITIVOS - Cinco

De madrugada, cinco presidiários serraram as barras de suas celas e de um corredor de segurança, chegando à beira do mar. Lá, eles tentaram construir uma balsa improvisada com suas roupas e pedaços de madeira

CURIOSIDADE - Os guardas acharam os fujões e os prenderam. Na perseguição, um deles foi baleado e morreu no mesmo dia

TENTATIVA 6

DATA - 2 de maio de 1946

NÚMERO DE FUGITIVOS - Seis

Por dois dias, seis bandidos fizeram vários guardas de reféns, pegaram suas armas e controlaram parte da cadeia, iniciando uma rebelião com tentativas de fuga

CURIOSIDADE - Para controlar a bagunça, a Guarda Costeira e os Fuzileiros Navais lançaram um bombardeio. Quando a confusão acabou, dois guardas e três presidiários haviam morrido

TENTATIVA 7

DATA - 29 de setembro de 1958

NÚMERO DE FUGITIVOS - Dois

Do lado de fora da muralha, uma dupla de presos levava lixo sob a supervisão de um guarda armado. O cara deu bobeira e acabou dominado pelos dois criminosos

CURIOSIDADE - Um dos presos foi recapturado com água pela cintura. O cadáver do outro foi encontrado boiando 13 dias depois

Você também pode gostar de:

Fechar