Mundo Estranho

Quais os 10 piores penteados do futebol?

por Artur Louback Lopes | Edição 31

Se você perguntar a qualquer técnico quais são as principais qualidades de um jogador de futebol, nenhum deles dirá: "Um belo penteado é fundamental!". Tudo bem, é mesmo muito melhor um craque que pisa na bola só na hora de cortar o cabelo. Mas também ninguém precisa exagerar no estilo "Pombas", aquele em que o barbeiro vai lá e faz uma m... na sua cabeça.

Para combater o mau gosto nos gramados, Mundo Estranho resolveu eleger os dez jogadores que mais maltrataram suas cabeleiras na história do futebol e convidamos toda a galera da redação da Família Super para votar nos melhores - ou, no caso, nos piores candidatos.

Se você se identificou com algum dos eleitos nesse ranking realmente estranho, não precisa se preocupar. O cabeleireiro Celso Kamura - que atende a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy - deu algumas dicas para melhorar cada corte. E claro que a gente aproveitou e deu uma sacaneada nos jogadores também...

1º Ronaldo "Cascão"

Mais uma conquista para um grande colecionador de títulos. Tá certo que essa não é tão louvável como uma Copa do Mundo, uma Daniela Cicarelli... Mas Ronaldo, com esse penteado Fenômeno, foi o craque mais votado pela turma da redação

SOLUÇÃO: Raspar, como Ronaldo fez. Ou você acha que a Cicarelli topava sair com ele assim?

2º Burgos

Se um brasileiro ficou em primeiro, o vice tinha que ser um argentino, né? Qualquer semelhança entre Burgos e algum roqueiro decadente não é mera coincidência. O goleiro — que foi dispensado pelo Atlético de Madrid, da Espanha — é uma espécie de Ozzy Osbourne à frente da sua banda de rock chamada The Garb

SOLUÇÃO: Largar a banda e cortar desfiado

3º Aguinaga

Espécie de Pelé do futebol equatoriano, ele levou seu país à Copa de 2002. Mas Aguinaga deve ter se dedicado tanto aos treinamentos que se esqueceu do visual. Seus compatriotas o perdoaram por isso. Nós não, e o tascamos em terceiro lugar

SOLUÇÃO: Tirar o comprimento e pentear diferente, nem que isso custe a vaga do Equador na próxima Copa

4º Valderrama

Em todos os times em que jogou, sempre foi o ponto de referência. Por que será? Liderou a Colômbia em três Copas do Mundo, mas é mais lembrado pela cabeleira que pela habilidade. É compreensível, convenhamos

SOLUÇÃO: O cabeleireiro Celso Kamura não viu solução, mas quem sabe tosar tipo um poodle...

5º Noel Brotherton

Esse meia irlandês dos anos 80 tinha ares de Art Garfunkel, aquele da dupla Simon e Garfunkel. Mas o cabelo caiu, surgiu uma "avenida" no meio da cabeça e Noel ganhou um estilo só seu. Porém ninguém se orgulha disso. Nem ele

SOLUÇÃO: Máquina zero. Ou quem sabe se candidatar para uma refilmagem dos Três Patetas

6º Bobby Charlton

Foi um dos maiores ídolos do futebol inglês. Nos anos 60, lançava com precisão, tinha um canhão em cada perna e era o símbolo do jogo limpo. Só tinha um defeito: não aceitava a careca. Por isso, tentava escondê-la com os fios que lhe sobravam.

SOLUÇÃO: Se ainda hoje ele não aceita ser careca, o jeito é nascer de novo

7º Roberto Baggio

Se o Brasil tivesse perdido a final da Copa de 1994, podíamos nos contentar olhando para o italiano Baggio e dizendo: "Ao menos, nenhum brasileiro tem esse cabelo ridículo!" O melhor é que rimos do penteado dele e ainda faturamos o tetra!

SOLUÇÃO: Pode deixar o cabelo como quiser, desde que continue perdendo pênaltis se enfrentar os masters do Brasil

8º Chris Waddle

Descontente com seu cabelo, o inglês Chris Waddle o confiou a uma prima da sua esposa. Deu no que deu. Para não desanimar a jovem cabeleireira, ele jogou a Copa de 1990 assim mesmo... Bem, pelo menos seu casamento se mantém até hoje

SOLUÇÃO: Cortar a parte de baixo já ajuda bastante, mas sempre há a opção de fazer um cover de Chitãozinho e Xororó

9º Beckham

O craque inglês metido a bonitão é um verdadeiro camaleão: muda de cabelo com a mesma freqüência com que perde pênaltis na Eurocopa... Sorte dele e dos torcedores ingleses, que não precisaram aturar esse ridículo visual moicano por muito tempo

SOLUÇÃO: Qualquer um dos seus outros 215 cortes é melhor

10º Vampeta

Para fechar a lista dos dez mais, outro brasileiro. Depois do sucesso de Ronaldo com o visual "Cascão", Vampeta pensou que também lançaria moda com esse corte, auto-intitulado "Samurai". Foram tantas gozações que, em menos de uma semana, ele desistiu

SOLUÇÃO: Raspar e queimar todo registro fotográfico dessa semana

Mergulhe nessa

Na livraria:

Footballer’s Haircuts - Cris Freddi, Weidenfeld & Nicolson, 2003

Na Internet:

www.uglyfootballers.com

Você também pode gostar de:

Fechar