Mundo Estranho

Quais produtos compõem a cesta básica?

São 13 alimentos: carne, leite, feijão, arroz, farinha, batata, tomate, pão, café, banana, açúcar, óleo e manteiga. No Brasil, a quantidade de cada ingrediente varia de acordo com a tradição alimentar de três grandes áreas do país: a Região Sudeste, as regiões Sul/Centro-Oeste e as regiões Norte/Nordeste. Mas não espere encontrar exatamente esses ingredientes nos kits que as empresas distribuem aos funcionários. "Os cardápios das cestas de alimentos são definidos em acordos entre patrões e empregados e têm pouco a ver com essa lista", afirma o economista José Maurício Soares, do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Então, para que serve a cesta básica? "Ela é um conceito abstrato, que mede se o poder de compra do salário mínimo consegue suprir as necessidades alimentares básicas de uma pessoa durante um mês", diz a socióloga Claudia Garcia Magalhães, da Prefeitura de São Paulo. Além de não ser um banquete, a cesta é fraca em certos nutrientes: ela não atende plenamente às necessidades de vitaminas e minerais, encontrados em frutas, verduras e legumes.

 

quais-produtos-compoem-a-cesta-basica

 

Rango minguado Criada para suprir necessidades mínimas, lista de 13 produtos não tem vitaminas e minerais suficientes

PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL

(6 kg de carne, 7,5 litros de leite)

Carne e leite são os grandes provedores de proteínas. Esse nutriente ajuda a formar e a manter os músculos, os ossos, o sangue, os órgãos internos, a pele e o cérebro. Tudo porque as proteínas são essenciais para construir novas células, promovendo o crescimento e aumentando a resistência do organismo às doenças

GRÃOS

(3 kg de arroz, 4,5 kg de feijão e 1,5 kg de farinha de trigo)

Na cesta básica, a mistura mais popular da alimentação brasileira tem como função primordial fornecer carboidratos, os "combustíveis" que mandam energia para o organismo

PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS

(600 g de café, 900 ml de óleo, 750 g de manteiga, 3 kg de açúcar, 6 kg de pão)

O óleo e a manteiga, principais produtos industrializados da cesta, não são só fonte de gordura. A função nutricional deles é nobre: eles transportam as vitaminas A, D, E e K por todo o corpo, protegendo os órgãos vitais e o organismo contra a perda excessiva de calor

LEGUMES E FRUTAS

(6 kg de batata, 9 kg de tomate, 7 dúzias e meia de banana)

Essa classe de alimentos ajuda a suprir a necessidade que o organismo tem de fibras. O sistema digestivo agradece: as fibras, apesar de não possuírem valor nutritivo ou energético, tornam a absorção da comida mais fácil e completa

Fonte: Katley Scarparo Morini, nutricionista do Hospital Sírio Libanês, de São Paulo

Obs.: Quantidades mensais, levando em conta a cesta básica do Sudeste do Brasil

 

Cardápios regionais...

Lista da cesta básica varia de acordo com os costumes locais

CARNE

No Sul/Centro-Oeste: 6,6 kg

No Norte/Nordeste: 4,5 kg

Por causa da tradição local e das baixas temperaturas no Sul, a cesta básica da região tem mais carne e mais calorias que a das outras regiões

FARINHA

No Norte/Nordeste: 3 kg

No Sudeste: 1,5 kg

Os hábitos de nortistas e nordestinos explicam a predileção por farinha, mas o excesso desse alimento pode elevar a taxa de triglicérides no sangue

BATATA

No Sudeste: 6 kg

No Norte/Nordeste: não tem

O Norte/Nordeste não tem batata, mas ganha na quantidade de tomate: são 12 kg, contra 9 kg nas outras regiões

...E internacionais

Cesta italiana tem bebida alcoólica

VINHO

Itália: uma garrafa

Brasil: não tem

Nos países desenvolvidos, o poder de compra é maior e a cesta básica tem espaço para itens mais refinados. Os italianos, por exemplo, bebem vinho, enquanto os ingleses têm direito a chá

Fonte: Dieese

Você também pode gostar de:

Fechar