Mundo Estranho

Quais são as armas exclusivas do exército?

por Marina Motomura | Edição 37

Para responder a essa pergunta explosiva, consultamos, claro, o Exército Brasileiro. São tantas as armas usadas pela nossa força terrestre que, no infográfico ao lado, resolvemos montar uma cena de guerra para apresentar apenas os equipamentos utilizados pela infantaria - as tropas responsáveis pelo combate corpo a corpo com o inimigo. Os soldados infantes têm à disposição desde uma leve pistola, com calibre de apenas 9 milímetros, até poderosos morteiros (uma espécie de canhão curto) com calibre de 120 mm. Mas é claro que isso é só uma pequena parte do poderio de fogo do Exército Brasileiro. Os grupos de artilharia contam com armamentos muito mais pesados, como canhões e mísseis de diversos formatos. Só os canhões vão desde os modelos portáteis, colocados sobre os ombros, até colossos de 6 toneladas. Um dos equipamentos de maior alcance das tropas de artilharia é o EDT-Fila, cuja sigla significa Equipamento de Direção de Tiro do Sistema Antiaéreo, que dispara balaços que podem atingir alvos a até 20 mil metros de altura! Os obuseiros têm alcance equivalente, de cerca de 19 quilômetros, mas são usados para alvos em terra. Por fim, os mísseis percorrem distâncias menores e destroem o que encontram pela frente. O modelo AC ERYX, por exemplo, pode mandar pelos ares carros e edifícios fortificados a 600 metros de distância. No site do exército indicado abaixo, você encontra imagens de todos esses armamentos da artilharia. E aí, vai encarar?

Mergulhe nessa

Na Internet:

www.exercito.gov.br/03brafor/armtmuni/indice.htm

Comandos em ação Morteiros da infantaria lançam bombas contra alvos a 13 km de distância

BOMBAS VOADORAS

Com calibre 84 mm, o lança-rojão (chamado popularmente de "bazuca") em geral é colocado sobre os ombros do soldado e dispara projéteis a uma velocidade inicial de 250 m/s (o equivalente a 900 km/h!). O alcance do disparo é de até 2,1 quilômetros. No exército, o único modelo disponível é o AT-4, fabricado na Suécia

TURMA DA PESADA

O fuzil tem a vantagem de unir alcance e poder de fogo em uma arma só. O FAL, que é o tipo mais usado pelos combatentes, tem calibre 7,62 mm e pesa 4,2 quilos sem o carregador. Cada rajada pode disparar até 20 tiros a uma distância de 3,8 quilômetros! O Parafal é um similar mais leve, com "apenas" 4 quilos.Já o FAP, com 6 quilos, precisa de um tripé de apoio

MÁQUINA MORTÍFERA

Quem acha que essa arma parece um canhão de brinquedo não imagina a capacidade de destruição do morteiro. Os menores, com cerca de 15 quilos, têm calibre 60 mm e lançam bombas a até 2 quilômetros. Os maiores, como o de calibre 120 mm, são ainda mais poderosos: atingem com precisão alvos localizados a até 13 quilômetros de distância

AS APARÊNCIAS ENGANAM

Os lança-granadas são armas relativamente pequenas (podem ser até portáteis), mas têm um alto poder de destruição. Os dois modelos do exército pesam menos de 6 quilos e têm calibre 40 mm. O mais potente é o Mod GL6, que torpedeia alvos localizados a até 400 metros de distância

IRMÃS METRALHA

Uma metralhadora de porte médio cospe até 40 tiros por disparo, o que faz dela uma arma importante para a defesa de pequenos grupos de soldados. A mais comum é a M9, de 9 mm e 3 quilos. Mas há modelos bem mais pesados, como a M971 MAG (que tem 10,8 quilos e dispara 1 000 tiros por minuto) e a Browning (de 38 quilos, 550 tiros por minuto e alcance de 6,8 quilômetros)

PEQUENA NOTÁVEL

Com menos de 1 quilo, a pistola calibre 9 mm é a arma empregada na defesa individual — cada soldado anda com a sua no coldre. Os dois modelos mais usados são semi-automáticos: a M973 Imbel, que comporta sete projéteis, e a Beretta/Taurus, que dispara até 15 tiros sem precisar recarregar

Você também pode gostar de:

Fechar