Mundo Estranho

Quais são as maiores baleias do mundo?

por Yuri Vasconcelos | Edição 68

640px-BlueWhaleWithCalf

O ponto mais alto do pódio é ocupado pela baleia-azul, que é não só a maior baleia como o maior animal do planeta. O maior exemplar já encontrado tinha incríveis 33 metros de comprimento - o tamanho de um jato comercial ou de quase três ônibus enfileirados -, mas a média, em idade adulta, fica entre 24 e 27 metros. As baleias são mamíferos marinhos pertencentes à ordem Cetacea, que se divide em duas subordens: os misticetos, que reúnem as "verdadeiras baleias", e os odontocetos, que agrupam os golfinhos, os botos e o cachalote. "A diferença entre esses dois grupos é que os odontocetos possuem dentes na boca, enquanto os misticetos têm fileiras de cerdas ou barbatanas, usadas para filtrar seu alimento, principalmente plâncton e pequenos peixes", diz o biólogo Leonardo Wedekin, do Instituto Baleia Jubarte. Respeitando essa divisão, deixamos o cachalote fora do Top 10 desta página, porque, embora ele seja um cetáceo e se pareça com uma baleia, do ponto de vista biológico, não pode ser enquadrado neste grupo, exclusivo dos misticetos.

1. BALEIA-AZUL - Balaenoptera musculus

Tamanho - 24 a 27 metros

Peso - 100 a 120 toneladas

Do tamanho de um Boeing 737 e pesando o mesmo que 25 elefantes juntos, a baleia-azul é o maior animal do planeta. Tudo nela é superlativo: sua língua pesa 4 toneladas e, diariamente, ela come 4 milhões de krills, um tipo de camarão. Os filhotes sugam 230 litros de leite por dia, o que faz com que engordem 4 quilos por hora

2. FIN - Balaenoptera physalus

Tamanho - 18 a 22 metros

Peso - 30 a 80 toneladas

Na vice-liderança do ranking, a baleia fin ganha de todas quando o assunto é longevidade. Ela é capaz de viver mais de cem anos. Outra curiosidade sobre ela é seu poder de comunicação. Os pulsos de baixa freqüência que emite são tão fortes que outra baleia da mesma espécie consegue captá-los a 850 quilômetros de distância

3. BALEIA-DA-GROENLÂNDIA - Balaena mysticetus

Tamanho - 14 a 18 metros

Peso - 60 a 100 toneladas

A baleia-da-groenlândia leva esse nome porque só é vista em torno dessa grande ilha localizada no Atlântico Norte. Robusta, ela é capaz de quebrar placas de gelo de 30 centímetros de espessura quando vem à superfície. E é uma das poucas espécies capazes de ter mais de um filhote por gestação

4. SEI - Balaenoptera borealis

Tamanho - 13,4 a 18 metros

Peso - 20 a 30 toneladas

Encontrada em praticamente todos os oceanos, esta baleia evita as águas geladas dos pólos. Ela é um dos cetáceos mais velozes, capaz de atingir mais de 50 km/h. Mas não é chegada a mergulhos profundos: costuma se alimentar em águas próximas da superfície e permanece submersa por no máximo dez minutos

5. BALEIA-FRANCA-DO-NORTE - Eubalaena glacialis

Tamanho - 11 a 18 metros

Peso - 30 a 80 toneladas

O esguicho de uma baleia-franca-do-norte é inconfundível: pode chegar a 8 metros de altura e tem a forma de V graças aos dois orifícios que ela possui na cabeça. Outra característica da espécie são as calosidades ou "verrugas" existentes no alto e nas laterais da cabeça. Elas funcionam como uma espécie de "impressão digital"

6. BALEIA-FRANCA-DO-SUL - Eubalaena australis

Tamanho - 11 a 18 metros

Peso - 30 a 80 toneladas

Os machos desta espécie são os donos dos maiores testículos do reino animal: o par pesa uma tonelada. Como se desloca muito lentamente, é uma presa fácil. Por isso, quase foi extinta: na primeira metade do século 19, estima-se que 45 mil foram mortas, mas, desde meados do século passado, ela é protegida por convenções internacionais

7. JUBARTE - Megaptera novaeangliae

Tamanho - 11,5 a 15 metros

Peso - 25 a 30 toneladas

Comum na costa brasileira, para onde nada no verão a fim de acasalar, a jubarte tem como aspecto marcante as enormes nadadeiras peitorais, que podem chegar a 5 metros. Por conta da caça indiscriminada, a população desta espécie, conhecida por seu temperamento dócil, caiu de 150 mil indivíduos, no século passado, para cerca de 25 mil atualmente

8. BALEIA-DE-BRYDE - Balaenoptera edeni

Tamanho - 11,5 a 14,5 metros

Peso - 12 a 20 toneladas

Caseira, a baleia-de-bryde não tem ciclos migratórios e passa o ano todo em águas tropicais ou subtropicais. Seu nome é uma homenagem a Johan Bryde, que ajudou a construir o primeiro porto baleeiro da África do Sul. É comum ver feridas no seu corpo, causadas por parasitas e dentadas de tubarões

9. BALEIA-CINZENTA - Eschrichtius robustus

Tamanho - 12 a 14 metros

Peso - 15 a 35 toneladas

Encontrada apenas no Pacífico Norte, esta espécie faz um dos maiores ciclos migratórios entre todos os animais do planeta. Todos os anos, grupos de baleias-cinzentas nadam do mar de Behring, no Alasca, onde se alimentam no verão, à costa do México, local escolhido para o acasalamento - 20 mil quilômetros, ida e volta

10. MINKE - Balaenoptera acutorostrata e Balaenoptera bonaerensis

Tamanho - 7 a 10 metros

Peso - 5 a 10 toneladas

A minke divide-se em duas espécies, cada uma presente em um hemisfério. Sua principal característica morfológica é a cabeça estreita e pontiaguda e o corpo afilado e hidrodinâmico. Quando está caçando, é capaz de ficar 20 minutos submersa. Ela é facilmente observável porque costuma se aproximar das embarcações

Você também pode gostar de:

Fechar