Mundo Estranho

Quais são os criminosos mais perigosos do Brasil?

por Márcio Pinheiro e Marina Motomura | Edição 53

Não existe uma lista oficial, porque tanto as polícias estaduais quanto a Polícia Federal tratam o assunto de modo sigiloso. Por isso, para produzir esta lista consultamos os jornalistas Percival de Souza e Carlos Amorim, especialistas em crime organizado. Para eleger os bandidos mais perigosos eles se basearam, principalmente, na influência desses bandidos no mundo do crime. "A periculosidade é medida pela natureza do crime cometido, pela reincidência e pelo comportamento dentro do presídio", afirma o advogado Dirceu de Mello, da PUC de São Paulo. Portanto, no ranking de periculosidade, um réu primário condenado por homicídio é menos perigoso, por exemplo, que um líder de quadrilha, condenado por tráfico de drogas.

Turma da pesada Só um está em liberdade, mas todos seguem na ativa

Pedrinho Matador

Por que é perigoso - Psicopata, matou pela primeira vez aos 14 anos. Seguiu matando e hoje acumula mais de cem homicídios, incluindo o do próprio pai e de mais de 40 pessoas dentro dos presídios pelos quais passou. Ainda não respondeu por todos os crimes, mas já tem 128 anos de condenação

Situação atual - Preso na Penitenciária 2 de Franco da Rocha (SP)

Dudu

Por que é perigoso - Condenado a 73 anos e quatro meses de prisão por liderar ações do Comando Vermelho - como o ataque de traficantes do morro do Vidigal à Rocinha em 2004, que terminou com 14 mortes. É conhecido por obrigar os moradores das favelas a enterrar os corpos daqueles que manda matar

Situação atual - Preso em Bangu 1, no Rio (RJ)

Julinho Carambola

Por que é perigoso - É o braço direito de Marcola no PCC. Além de ter ajudado a comandar os ataques deste ano, Júlio César Guedes de Moraes também é acusado de ter organizado, em novembro de 2003, atentados da facção criminosa paulista contra delegacias e viaturas, que mataram três policiais

Situação atual - Preso em Presidente Bernardes (SP)

Comendador Arcanjo

Por que é perigoso - Ex-agente da Polícia Civil, João Arcanjo Ribeiro, o Comendador, é o chefe do crime organizado no Mato Grosso. Foi condenado a 37 anos por formação de quadrilha e a mais sete por porte ilegal e contrabando de armas. Mas a pena deve aumentar: ele ainda responde a cinco processos

Situação atual - Preso em Cuiabá (MT)

Isaías do Borel

Por que é perigoso - É um dos principais líderes do Comando Vermelho, tido como "presidente da facção" no presídio Bangu 1 e acusado de ordenar o assassinato da uma ex-diretora da penitenciária. Comandou os atentados de fevereiro de 2003 no Rio, quando 34 veículos foram incendiados e 16 pessoas ficaram feridas

Situação atual - Preso em Bangu 1, no Rio de Janeiro (RJ)

Marcola

Por que é perigoso - Condenado a 44 anos por assaltos a bancos, transformou-se no líder máximo do PCC. Em maio deste ano mostrou seu poder, comandando rebeliões em 82 presídios e impondo o caos em cidades paulistas, com o assassinato de policiais e ataques a ônibus, estações de metrô e agências bancárias

Situação atual - Preso em Presidente Bernardes (SP)

Fernandinho Beira-Mar

Por que é perigoso - Condenado a 11 anos por tráfico de drogas em Belo Horizonte (MG) e a mais 21 em Cabo Frio (RJ), ainda é acusado de lavagem de dinheiro, contrabando e tráfico internacional. É ligado ao Comando Vermelho e, em 2002, liderou uma rebelião em Bangu 1

Situação atual - Preso na Superintendência Regional da Polícia Federal, em Brasília (DF)

Linho

Por que é perigoso - Um dos líderes do Terceiro Comando (dissidência do Comando Vermelho) e um dos principais inimigos de Beira-Mar. Coordena o tráfico no Complexo da Maré (conjunto de mais de dez favelas no Rio). É considerado o líder de facção mais bem armado do Rio, embora não seja dos mais violentos

Situação atual - Foragido

Você também pode gostar de:

Fechar