Mundo Estranho

Qual a diferença entre DNA, gene e cromossomo?

A diferença principal é de tamanho. O menor de todos é o gene. A partir daí, a coisa aumenta: vários genes em seqüência formam o DNA, um conjunto de moléculas que carrega a informação genética de todos os seres vivos. "Uma comparação ajuda a entender essa diferença. Se imaginarmos que o DNA é um colar, cada uma das contas que formam o colar será um gene", afirma a geneticista Mayana Zatz, da Universidade de São Paulo (USP). Acontece que o DNA é um "colar" enorme: se o DNA presente em uma única célula humana pudesse ser esticado em linha reta, ele atingiria 2 metros de comprimento. Como fazer esse troço todo caber em cada uma das nossas microscópicas células? Aí é que entram os cromossomos. Eles são estruturas presentes em cada uma das 100 trilhões de células do organismo que servem justamente para armazenar o DNA. Dentro dos cromossomos, a fita enorme fica supercondensada, enrolada em forma de mola num espaço minúsculo. Tirando essa diferença de tamanho, o resto é só semelhança, já que DNA, gene e cromossomo servem no fundo para a mesma coisa: determinar e passar adiante as características que moldam o jeitão de cada espécie viva. É esse conjunto de informações genéticas que vai indicar desde a espécie a que o ser vivo pertence (se vai ser um homem, um camelo ou um peixe) até traços mais individuais, como cor dos olhos, tipo sanguíneo e o formato dos dedos do pé. O mais impressionante é que uma pequena mudança nesse material genético já é o suficiente para alterar totalmente um ser vivo. Vale lembrar um conhecido exemplo: o homem e o chimpanzé compartilham 98% de seu DNA. Apenas os 2% restantes é que determinam o mundo de diferenças que há entre nós e nossos parentes peludos.

Maravilhas microscópicas Essas estruturas minúsculas são responsáveis por todas as nossas características genéticas

INGREDIENTE BÁSICO

Os genes, o DNA e os cromossomos são constituídos por proteínas chamadas bases hidrogenadas. Cada uma delas carrega o menor pedacinho possível de informação genética — por isso, elas são consideradas o ingrediente básico da "receita" dos seres vivos. Para cada indivíduo, a seqüência dessas proteínas é diferente. Por isso, não há um indivíduo com "receita" igual a outro e não existem seres vivos com características genéticas idênticas

GENE

O QUE É: É uma seqüência pequena de bases hidrogenadas capaz de definir uma característica do ser vivo. No caso do ser humano, há um gene para a altura, outro para a cor da pele, um terceiro para o fio do cabelo e assim por diante

TAMANHO: 0,4 micrômetro (algo como a metade do diâmetro de um fio de cabelo)

CROMOSSOMO

O QUE É: É a estrutura dentro da célula que armazena o DNA dos seres vivos. Dentro de cada cromossomo, o DNA fica como uma fita enrolada em espiral. Por isso, todo o DNA cabe em uma célula

TAMANHO: 1,4 micrômetro (uma vez e meia o diâmetro de um fio de cabelo)

DNA

O QUE É: É a seqüência completa de bases hidrogenadas. O DNA contém toda a informação genética — a "receita" — de um ser vivo

TAMANHO: Se você retirasse os DNAs presentes em todas as células do corpo humano e os esticasse em seqüência, eles formariam uma fita de 6 bilhões de km — ou 40 vezes a distância entre a Terra e o Sol

LIVRO DE RECEITAS

Esse mundo de informações genéticas é armazenado em todas as células do organismo. No corpo humano, o DNA fica em 23 pares de cromossomos em cada uma das 100 trilhões de células. É como se cada célula fosse um "livro de receitas" completo de cada indivíduo

Você também pode gostar de:

Fechar