Mundo Estranho

Qual é a maior distância alcançada pela ejaculação?

por Artur Louback Lopes | Edição 51

Fire_hose_on_maximum_spray

Segundo o Simon’s Book of World Sexual Records, normalmente o jato de sêmen cobre a distância de 15 a 20 centímetros, mas sabe-se de marcas de mais de 1 metro! Como não existe essa categoria no Guinness Book nem um campeonato mundial de "gozada à distância", os recordes ficam mesmo na base do "sabe-se que" ou "fulano contou que", sem nenhuma comprovação científica. Dentro dessa categoria de dados duvidosos, circula na internet o feito de um tal Horst Schultz, que teria atingido incríveis 5,71 metros de distância, 3,76 metros de altura e, acredite se quiser, um "tiro" de 64,05 km/h. Os números parecem absurdos, mas nunca se sabe, né?! O que se tem certeza é que a distância alcançada pela ejaculação é diretamente proporcional à quantidade de sêmen acumulado. E isso só acontece quando se passa alguns dias sem expelir a gosminha branca. Um estudo publicado no The Journal of Fertility and Sterility, conclui, com base na análise do "comportamento ejaculatório" de 1 300 homens, que, a cada dia de abstenção sexual, o homem acumula 0,4 ml de sêmen. Mas o reservatório tem limite: entre os homens da pesquisa, o maior volume ejaculado foi 11 ml e a média foi de 3,2 ml. Parece pouco, mas se você pensar que em cada ml viajam de 20 milhões a 100 milhões de espermatozóides, vai concordar que 11 ml representam um baita arrastão. Ainda mais se você considerar que o esquadrão de esperminhas sai do pênis a uma média de 45 km/h - para você ter uma idéia, a média de velocidade do recordista dos 100 metros não chega a 37 km/h.

Anatomia do espermatozóide

FLAGELO

Movimenta-se freneticamente em círculos para impulsionar o espermatozóide

ACROSSOMA

Reservatório de enzimas que facilitam a perfuração da membrana do útero

NÚCLEO

É onde fica o material genético transmitido pelo pai

COLO

Logo abaixo da cabeça, vem um reservatório de mitocôndrias, que fornecem energia para a propulsão do espermatozóide

Enxurrada de prazer Uma ficha completa da fórmula da vida

• Segundo a Sociedade Americana de Andrologia, uma ejaculação humana contém de 40 milhões a 300 milhões de espermatozóides. O número é bem parecido com o dos coelhos (100 milhões a 300 milhões) e bem menor do que o dos cachorros (0,2 bilhão a 2 bilhões) e de cavalos (5 a 25 bilhões)

• Todos os dias acontecem cerca de 114 milhões de relações sexuais no mundo, ou seja, 79 166 por minuto. Se cada ejaculação tem uma média de 3 ml de sêmen, são 14,25 mil litros em uma hora. Em uma piscina olímpica cabe 1,89 milhão de litros. Portanto, para enchê-la de sêmen (eca!) seriam necessários 5 dias, 12 horas e 38 minutos

• Em 5 ml de sêmen há menos de 2 calorias, 0,115 g de proteína (0,01% da recomendação diária) e 0,96 a 2,4 mg de zinco, um antioxidante poderoso, que evita o envelhecimento precoce. Dependendo do tipo de alimentação da pessoa, o sêmen pode ficar mais ou menos amargo (urgh!)

• Embora uma ejaculada tenha milhões de espermatozóides, eles representam apenas 1% do volume da gosminha. Os demais 99% vêm basicamente de dois lugares: a parte mais fluida vem das vesículas seminais (70% do volume) e a parte esbranquiçada, mais gosmenta, vem da próstata (30%)

Você também pode gostar de:

Fechar