Mundo Estranho

Quantas espécies de tubarão existem?

por Yuri Vasconcelos | Edição 44

São cerca de 480 espécies de tubarão no planeta. Destas, quase 90 já foram flagradas na costa brasileira. Para um peixe ser considerado um tubarão, ele normalmente precisa apresentar uma série de características, entre elas...

...Ser um predador

...Ter um corpo alongado e esqueleto cartilaginoso

...Possuir uma cauda assimétrica (com a parte superior sempre maior que a inferior) e um focinho pontudo

...Ter pele resistente e áspera.

Como algumas dessas características também são encontradas nas raias, os tubarões podem ser considerados "parentes" desses animais. Entre as espécies mais conhecidas, estão o tubarão branco, o martelo e o baleia, o maior deles, que atinge 18 metros de comprimento. Os cientistas acreditam que os tubarões surgiram há cerca de 200 milhões de anos, quando a Terra ainda era habitada pelos dinossauros. Altamente adaptados, eles são encontrados em todos os oceanos e, apesar de serem implacáveis predadores, também têm pontos fracos. A maioria das espécies, por exemplo, não pode parar de nadar, sob o risco de afundar e morrer. Isso porque muitos tubarões não têm um órgão chamado bexiga natatória, uma espécie de bolsa de ar responsável pela flutuação dos peixes. Outro ponto fraco é a precária visão do tubarão, que faz com que ele só enxergue a poucos metros de distância. A miopia, no entanto, é compensada por um superolfato: ele capta uma simples gota de sangue no mar há cem metros de distância! Ao contrário do que a gente imagina, a maioria dos tubarões não é agressiva. Das cerca de 400 espécies, apenas 30 estão envolvidas em ataques a humanos. :-)

Mergulhe nessa

Shark - Hugh Edwards, Harper USA, 1998

The Encyclopedia of Sharks - Steve e Jane Parker, Firefly Books, 2002

www.flmnh.ufl.edu/fish/Sharks/sharks.htm

Armados até os dentes Algumas feras chegam a dar mordidas que medem quase 1,5 metro de diâmetro

TUBARÃO-GALHA-BRANCO-OCEÂNICO (Carchahinus longimanus)

Tamanho - 4 metros

Peso - 180 quilos

Onde vive - Águas tropicais e subtropicais dos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico

Esse tubarão, comum em todo o Brasil, também faz parte da lista dos mais agressivos. O galha-branco costuma viver em alto-mar e se alimenta em geral de atuns, barracudas e marlins. Ele mergulha a até 150 metros de profundidade e tem esse nome porque sua barbatana que aparece na superfície (conhecida como galha) é malhada de branco

TUBARÃO BRANCO (Carcharadon carcharias)

Tamanho - 6 metros

Peso - 3 toneladas

Onde vive - Em todos os oceanos, mas principalmente na costa da Austrália, Califórnia e África do Sul

Maior predador dos mares, o tubarão branco tem grandes dentes em forma de flecha. Apesar do nome, só seu ventre é branco, enquanto o resto do corpo é cinza-escuro. Quando está caçando, é capaz de projetar a boca para fora da face, aumentando o tamanho da mordida para quase 1,5 metro de diâmetro!

TUBARÃO-MARTELO (Sphyrna mokarran)

Tamanho - 4,5 metros

Peso - 430 quilos

Onde vive - Regiões tropicais e temperadas do planeta

Tubarão-martelo é um nome genérico dado a pelo menos dez espécies de tubarão. Eles são chamados assim pela semelhança de sua cabeça com a forma de um martelo. A espécie Sphyrna mokarran é a maior delas. Algumas espécies são tão vorazes que seus indivíduos até praticam o canibalismo

TUBARÃO-BALEIA (Rhiniodon typus)

Tamanho - 18 metros

Peso - 15 toneladas

Onde vive - Em várias partes do planeta, mas é mais comum no oceano Índico

Considerado o maior peixe do planeta — vale lembrar que as baleias de verdade são mamíferos —, esse tubarão é uma espécie inofensiva, que só se alimenta de plâncton e peixes pequenos. Ele nada lentamente e seu corpo é escuro com pintas esbranquiçadas. Os biólogos acreditam que ele possa viver mais de 100 anos!

TUBARÃO-TIGRE (Galeocerdo cuvier)

Tamanho - 6 metros

Peso - 1 100 quilos

Onde vive - Em águas tropicais, inclusive no litoral brasileiro

Mais esguio que o tubarão branco, mas também bastante agressivo, o tigre é responsável por boa parte dos ataques a banhistas na costa de Pernambuco. Ao atacar sua vítima, balança violentamente a cabeça de um lado para outro. Suas presas prediletas são tartarugas-marinhas, outros tubarões de menor porte e peixes em geral

TUBARÃO CABEÇA-CHATA (Carcharhinus leucas)

Tamanho - 3,5 metros

Peso - 230 quilos

Onde vive - Perto da costa em mares tropicais e subtropicais

Essa perigosa espécie é bastante versátil: já foram encontrados tubarões cabeça-chata no rio Amazonas a 4 mil quilômetros do mar! Especialistas especulam que sua ferocidade esteja associada à alta taxa de testosterona de seu organismo, mas isso ainda não foi definitivamente comprovado

TUBARÃO-PIGMEU (Squaliolus laticaudus)

Tamanho - Cerca de 20 cm

Peso - 500 gramas

Onde vive - Regiões tropicais dos oceanos, inclusive no sul do Brasil

Uma das menores espécies de tubarão existentes (senão a menor), o tubarão-pigmeu quase cabe na palma da mão. Ele vive em profundidades abissais, entre 200 e 500 metros, onde reina a escuridão. Por isso, as laterais do seu corpo negro são bioluminescentes (emitem luz). Ele se alimenta de pequenos camarões e de peixes-lanterna

Você também pode gostar de:

Fechar