Mundo Estranho

Se para haver combustão é preciso ter oxigênio, como o Sol é uma bola de fogo se no espaço não existe esse gás?

Bem, o fato é que o Sol não é uma bola de fogo. Na verdade, a luz e o calor que sentimos daqui da Terra nada mais são do que o resultado do gás hidrogênio aquecido a 2 milhões de graus Celsius. A essa temperatura, qualquer coisa libera energia na forma de luz e calor. Por isso, temos a impressão de que o astro é feito de fogo. A diferença é que a chama que sai das fogueiras é um dos produtos da combinação de certos compostos, como madeira, álcool ou gasolina, com o oxigênio da atmosfera. No caso do Sol, a energia surge de fusões nucleares. A violenta pressão no interior da estrela faz com que átomos de hidrogênio se juntem para formar átomos de hélio. Essa união também libera luz e calor, mas numa escala incomparavelmente maior.

Essa luz é tão intensa que arranca elétrons dos átomos que formam a capa gasosa do Sol, fazendo com que ela se comporte comoum plasma, o mesmo estado em que está o material que preenche as lâmpadas fluorescentes, por exemplo. "A camada externa do astro parece um fluido luminoso, formado por uma ‘pasta’ de elétrons e prótons soltos", diz o astrônomo Roberto Costa, da USP. Para terminar, uma curiosidade: os planetas formados principalmente por gases, como Júpiter, Saturno, Urano e Netuno, não parecem fogueiras como o Sol. Mas, para quem os observa do espaço, suas superfícies gasosas dão a impressão de estarem derretendo.

Você também pode gostar de:

Fechar