Logo ME

Como é criada uma nova raça de cachorro?

cachorro-extinção-3

Muitas raças surgiram naturalmente, a partir da miscigenação de vários animais. Mas o homem também contribui com esse processo, realizando cruzamentos planejados e selecionando gerações e gerações de filhotes até chegar a novos cachorros. “Para criar uma raça, o interessado pesquisa as principais características de certos cães, escolhe os que melhor podem passar tais características para os filhotes e tenta o cruzamento. Isso não é fácil e requer muitos anos de estudo, pesquisa e experimentos”, afirma a treinadora Sheila Niski, que trabalha num grande canil de São Paulo. Para desenvolver o boxer no século 19, por exemplo, foi usado um cão forte e com a mandíbula saliente, que tinha grande facilidade para abocanhar o focinho de outros animais.

Por volta de 1830, criadores cruzaram essa raça com um buldogue inglês e os melhores filhotes, ou seja, os mais parecidos com o atual boxer, foram usados para dar continuidade ao desenvolvimento da nova raça. A interferência humana nas linhagens caninas não surgiu nos últimos séculos. “Há milhares de anos, os homens perceberam que os cães poderiam ser úteis no dia-a-dia, ajudando na caça e no pastoreio. Com o passar do tempo, passaram a selecionar os melhores animais para essas respectivas funções”, diz Sheila.

LEIA MAIS

– A árvore da vida dos cachorros

– Qual é a raça de cachorro mais inteligente?

De volta às origens Histórias curiosas marcam o surgimento do doberman, do fila e do pastor alemão

Criação brasileira

O fila brasileiro foi a primeira raça de cachorro do país reconhecida internacionalmente. É impossível precisar sua origem, mas estima-se que esse tipo de cão começou a surgir há cerca de 400 anos. Colonizadores europeus trouxeram para o Brasil raças como o old english bulldog, o mastiff inglês e bloodhound, que começaram a cruzar entre si. O fila apareceu dessa miscigenação, ocorrida principalmente no meio rural, onde o cachorro de grande porte era bem-vindo para guardar fazendas e manejar o gado.

Feito para a guerra

O pastor alemão surgiu no século 19, criado pelo oficial do Exército germânico Max von Stephanitz. Ele teria feito uma seleção das melhores crias de vários cães pastores da Alemanha — é possível até que alguns animais tenham sido fruto de cruzamentos entre cachorros e lobos. Os pastores alemães ficaram famosos na Primeira Guerra (1914-1918), quando foram usados como mensageiros ou para farejar inimigos.

Grande mistura

O doberman ganhou esse nome do seu criador, o alemão Friedrich Louis Dobermann, um cobrador de impostos que trabalhava nas horas vagas recolhendo cachorros perdidos. A raça surgiu no final do século 19 a partir de seguidos cruzamentos misturando vários cachorros: pastor alemão (de quem herdou o temperamento e inteligência), pinscher alemão (agilidade), rottweiler (força, coragem e guarda), weimar pointer (habilidade de caça), greyhound inglês (velocidade) e manchester terrier (pelagem curta).