Logo ME

Zoológico cria “Tinder para primatas”

O “Tinder” faz parte de um estudo maior sobre a participação de emoções nos relacionamentos dos primatas

female_orangutan_toronto_zoo

Um zoológico dinamarquês criou uma estratégia tecnológica para encontrar um parceiro para Samboja, uma fêmea de orangotango. Os tratadores mostraram fotos de possíveis parceiros ao redor do mundo em um tablet e monitoraram como o animal reagia às imagens, aumentando possivelmente as chances de ela procriar.

O experimento foi batizado de “Tinder para orangotangos” e já vem sendo feito há quatro anos. Um biólogo comportamental afirmou que a expectativa é coletar mais dados a respeito das escolhas de procriação feitas pelos orangotangos. “Muitas vezes, os animais vão para outros zoológicos e voltam, pois não conseguem procriar”, diz. “As coisas nem sempre vão bem quando uma fêmea e um macho se encontram”, completa.

O “Tinder” faz parte de um estudo maior sobre a participação de emoções nos relacionamentos dos primatas. “Emoção tem um papel importantíssimo na evolução. Se você não interpreta uma emoção corretamente, pode ser o seu fim”, afirmou o biólogo. Em experimentos passados, criadores mostraram fotos de bonobos e orangotangos para os parceiros. Em algumas imagens, os primatas apareciam com expressões neutras. Em outras, estavam com expressões bravas ou alegres. Os cientistas descobriram que os animais tinham conhecimento do sentimento expressado pelos colegas.

Um problema enfrentado pelos dinamarqueses é o fato de Samboja quebrar qualquer aparelho que cai em suas mãos. Agora, eles esperam criar um tablet “a prova de primatas” para que Samboja não precise ver seus potenciais parceiros através de um vidro.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Pedro Júnio Pj

    Ola

    Curtir