Logo ME

A fumaça dos cigarros influencia o efeito estufa?

640px-Papierosa_1_ubt_0069

Não. Tá certo que entre as 6 700 substâncias liberadas na fumaça que sai do cigarro estão o dióxido de carbono (CO2) e o monóxido de carbono (CO), dois dos principais causadores do efeito estufa. Mas a quantidade desses gases emitida por todos os cigarros do mundo é irrisória. Vamos pegar o exemplo do monóxido de carbono: enquanto os carros queimam de 15 mil a 20 mil toneladas de CO por dia, a população mundial de fumantes produz 200 toneladas diárias do mesmo gás. No caso do gás carbônico, a queima do cigarro produz o equivalente à quantidade de CO2 absorvida quando a planta que lhe deu origem ainda era um inofensivo pé de tabaco. Mas isso não quer dizer que o cigarro não degrade o ambiente. Veja ao lado os malefícios do produto.

Só faz mal E nem estamos falando da saúde: veja o que o cigarro causa ao ambiente

FLORESTAS DEVASTADAS

A cada 15 maços produzidos, uma árvore é derrubada. A madeira é usada como combustível na secagem da folha de tabaco, em fornos de enormes proporções, e também para fazer o papel que enrola o cigarro. No Brasil, a cultura do tabaco derruba 50 árvores por minuto!

FUMAÇA TÓXICA

O gás carbônico (CO2) é o grande vilão do aquecimento global – ele é responsável por 60% do efeito estufa. Nos cigarros, ele é o principal produto da queima do tabaco: cerca de 90% da fumaça do cigarro é formada por esse gás

EMBALAGEM ETERNA

Papéis de embalagem, em geral, podem ser reciclados. Mas o maço de cigarro leva celofane e papel laminado, que não são reaproveitáveis. Para piorar, o celofane demora mais de cem anos para se decompor no ambiente

A PONTA É FOGO!

25% dos incêndios florestais são provocados por pontas de cigarros acesas atiradas no solo…

BITUCA RESISTENTE

Uma ponta de cigarro jogada no chão ou na água é composta de materiais orgânicos (tabaco e papel, que levam no mínimo dois anos para se decompor) e inorgânicos – o filtro, que pode persistir por mais de cinco anos na água ou no solo