Logo ME

O que é água no joelho?

173428478

Na verdade, a substância que aparece no joelho é o líquido sinovial, um fluido viscoso que tem a função de lubrificar a articulação, como se fosse um óleo de dobradiça. Quando o joelho é lesionado, uma membrana chamada sinovial passa a produzir sem parar o tal líquido. Essa reação é uma forma de defesa do organismo. É que, além de lubrificar e amortizar o impacto entre as “peças” do joelho, o líquido sinovial tem células que eliminam fragmentos de tecidos machucados.

Os casos mais comuns de “água no joelho” aparecem após torções, pancadas e lesões de cartilagem ou no menisco. Conforme o problema é tratado – incluindo muito repouso e sessões de fisioterapia – o fluido vai sendo reabsorvido pelo organismo. Entretanto, se houver uma quantidade muito grande da substância, o médico pode realizar uma punção – ou seja, com uma agulha, drenar o líquido do local. Quando o acúmulo de “água no joelho” diminui, o paciente sente menos desconforto e fica mais fácil fazer o diagnóstico para tratar a lesão inicial.

Atletas (profissionais ou de fim de semana) estão entre os maiores “premiados” pelo problema. Para minimizar os riscos, é importante seguir algumas dicas: sempre alongar os músculos da perna antes das atividades físicas, manter o peso sob controle para não forçar muito o joelho e fazer musculação para deixar firmes os músculos que sustentam a articulação.

Mas não são só os esportistas as vítimas da “água no joelho”. Doenças reumáticas, como as artroses, também podem resultar no problema, pois interferem na tal membrana sinovial.