Logo ME

Quanto tempo na vida a gente passa dormindo? E fazendo cocô? E tendo orgasmo?

Gato

O tempo que a gente passa dormindo é, de longe, o que mais consome minutos preciosos da nossa vida: são quase 24 anos de sono! Mais precisamente, um brasileiro médio passa 23 anos, 9 meses e 7 dias de sua vida dormindo. Isso levando em conta oito horas de sono diárias e a expectativa de vida no país, que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é hoje de 71,3 anos. Com uma calculadora numa mão e um punhado de estatísticas na outra, fizemos várias contas para descobrir quantas horas, dias, semanas, meses e anos a gente gasta fazendo cocô, tendo orgasmo e em outras atividades. Fique por dentro dessa relação curiosa lendo estas duas páginas sem perder tempo!

Necessidades do corpo Tempo gasto “no trono” é quase o mesmo que fazendo sexo

Urinando – 28 dias e 5 horas

As idas ao banheiro para tirar água do joelho vão consumir quase um mês da sua vida. “Em média, as pessoas urinam cerca de quatro vezes por dia”, diz o urologista Celso Marzano, da Faculdade de Medicina do ABC. Em cada ida ao banheiro, você deixa na privada de 200 a 300 ml de urina

Fazendo cocô – 3 meses e 4 dias

Ninguém faz cocô na mesma quantidade e na mesma freqüência, mas a média ideal é que cada um sente no “trono” duas vezes por dia. “Normalmente, as pessoas evacuam cerca de 12 horas após a ingestão do alimento”, diz Celso Marzano. Como essa atividade é mais demorada, gastamos três vezes mais tempo fazendo cocô que xixi

Tendo orgasmo – 9 horas e 56 minutos

Segundo o Projeto Sexualidade do Hospital das Clínicas da USP, o brasileiro faz sexo três vezes por semana, em média. Essa é a boa notícia. A má é que a média de duração do orgasmo, de acordo com pesquisas do biólogo americano Alfred Kinsey, é de míseros 4 segundos. Resultado: durante sua vida toda, são menos de dez horas de clímax!

Cortando as unhas – 25 dias e 18 horas

Tirando o Zé do Caixão, todo mundo corta as unhas cerca de uma vez por semana e gasta uns 10 minutinhos nisso. “As unhas das mãos crescem 1 milímetro a cada 10 dias, e as dos pés, 1 milímetro a cada 20 dias”, diz o dermatologista Jefferson Alfredo de Barros, da Faculdade de Medicina do ABC. Entre um e outro tec-tec, lá se vai um mês da vida.

Dormindo – 23 anos, 9 meses e 7 dias

Tomando banho – 3 meses e 13 dias

Transando – 3 meses e 3 dias

Soltando pum – 2 meses

Masturbando-se – 33 dias

Espirrando – 5 dias e 20 horas

Escola e trabalho Você “perde” 26 meses na escola e fazendo lição de casa

Estudando – 1 ano e 10 meses

Da pré-escola à faculdade, são pelo menos 16 anos de estudo diário, esquentando a bunda na carteira durante cinco horas por dia. Como o ano escolar (tirando férias e feriados) dura cerca de 200 dias, são 1 000 horas por ano na escola. Se você não bombou nas provas de matemática, já percebeu que passamos quase dois anos entre uma aula e outra

Em reuniões – 7 meses

Isso depende da profissão. Se você for editor da mundo estranho, por exemplo, vai gastar todo mês cinco horas com reuniões de pauta, mais cinco com reuniões para definir os infográficos e mais duas horas em reuniões de avaliação da revista. As 12 horas por mês, multiplicadas por 35 anos (tempo para a aposentadoria), viram sete meses

Esperando o elevador – 27 dias e 2 horas

Quem mora e trabalha em prédios usa o elevador pelo menos seis vezes por dia: para descer de casa à garagem, para subir ao trabalho, para ir e voltar do almoço, para sair do trabalho e para subir de volta pra casa. Se levarmos 15 segundos esperando cada vez, são 90 segundos por dia. No final da vida, quase um mês plantado no térreo ou no seu andar!

Almoçando no trabalho – 10 meses, 20 dias e 19 horas

Lendo e deletando e-mails – 7 meses e 6 dias

Fazendo lição de casa – 4 meses e 13 dias

Fazendo provas – 1 mês, 23 dias e 7 horas

No recreio – 1 mês e 14 dias

Paquerando no trabalho – 26 dias e 16 horas

Diversões Assistir à TV é a segunda atividade mais realizada

Na balada – 7 meses, 6 dias e 14 horas

Quem não é baladeiro profissional mas gosta de aproveitar a night, sai pelo menos duas vezes por semana e fica umas cinco horas na balada. Se você mantiver o ritmo dos 15 aos 25 anos, vai gastar 7 meses, 6 dias e 14 horas na gandaia – mas nada impede que você ultrapasse isso!

Lendo a ME – 1 mês, 14 dias e 9 horas

Como tudo que é bom dura pouco, você vai gastar só 44 dias lendo a sua ME — isso se você começar aos 12 anos e ler até os 71,3 anos (expectativa de vida dos brasileiros). Nessa conta, a gente considerou que nosso leitor demora 1 hora e meia para devorar uma edição — lendo os textos de cabo a rabo, mas sem viajar muito nas ilustrações

Assistindo à TV – 14 anos e 6 meses

Navegando na internet – 1 ano, 5 meses, 28 dias

Comendo pizza – 3 meses e 13 dias

Pentelhações Cansado das filas? Calma, são “só” 4 anos perdidos nessa espera…

Dirigindo no trânsito – 1 ano, 5 meses e 26 dias

Quem mora em cidades pequenas não passa por essa chateação, mas quem vive em uma metrópole como São Paulo, por exemplo, gasta cerca de 1 hora e 32 minutos por dia para ir e voltar do trabalho, segundo um estudo da prefeitura local. Em 35 anos de idas e vindas do escritório, um paulistano vai perder mais de 1 ano e 5 meses no trânsito

Esperando em filas – 4 anos, 9 meses e 18 dias

Vendo comerciais na TV – 2 anos, 5 meses e 18 dias

Arrumando o quarto – 1 ano e 12 dias

Reiniciando o computador – 15 dias e 14 horas

Leia também:

– Como ocorre o sonambulismo?

– Qual a diferença entre orgasmo masculino e feminino?