Logo ME

O que significam as cartas de tarô? (Parte 3)

Na última parte da análise dos Arcanos Maiores, a explicação por trás de cartas como "A Torre", "A Lua", "O Julgamento" e "O Mundo"

A cartomancia é baseada na aleatoriedade. As cartas do tarô são sorteadas ao acaso e o tarólogo analisa as imagens para interpretar situações e direcionar atitudes de quem procura esse oráculo.

O mais tradicional baralho de tarô é o de Marselha, cuja origem não é muito definida: acredita-se que tenha surgido em meados do século 15. Ele é composto por dois grupos de cartas: os arcanos maiores e os arcanos menores. Os maiores trazem 22 imagens repletas de simbologia, representando arquétipos humanos e pode estimular reações nas pessoas, além de melhorar a capacidade de autodesenvolvimento.

Veja, abaixo, a interpretação das 6 primeiras cartas. Para conferir a explicação das outras cartas, confira a Parte 1 e a  Parte 2 desta matéria.

cap3-temperanca_diabo

1) A Temperança (XIV)

Harmonia, retidão, equilíbrio e paciência. Todas essas características são transmitidas pelo arcano A Temperança, carta em que um anjo de rosto feminino cuidadosamente joga um líquido de um jarro para outro, sem derramar uma única gota. Esse gesto simboliza a tentativa de harmonizar dualidades existentes, buscando sempre o equilíbrio. A Temperança pode indicar a necessidade de equalizar o uso da razão e da emoção ou ainda de manter o domínio da vontade sobre os instintos. É um recado de que apenas com a devida estabilidade emocional e mental os nossos objetivos são atingidos. Na simbologia do tarô, não se trata apenas de líquido o que figura transfere de um jarro para outro com tanto cuidado. É, simbolicamente, a alma.

 

2) O Diabo (XV)

Maior figura do mal, O Diabo é um lembrete de que o homem está algemado ao mundo material. Tanto que a imagem do 15º arcano apresenta duas pessoas acorrentadas ao pedestal dessa criatura. Todos estão nus e com características animais (asa, chifre e rabo), um lembrete de que, apesar de humanos, também somos movidos por instintos. O Diabo, portanto, representa a matéria física, as sensações, os desejos carnais e indica necessidade de controlar esses instintos. Ao mesmo tempo que proporciona uma reflexão sobre os sentimentos que convivem dentro de nós, retirar Diabo em uma consulta ao tarô pode significar que é preciso domar certos desejos e ambições. Só assim será possível romper as correntes simbolizadas nesse arcano.

 

cap3-torre_estrela

3) A Torre (XVI)

Mesmo que você tenha ideias firmes, um evento inesperado pode abalar sua estrutura e provocar grandes transformações. Essa é a mensagem central da Torre, carta que mostra um raio destruindo parte de uma construção, com duas pessoas ao chão. Com clara referência à Torre de Babel (história bíblica em que Deus leva à destruição uma torre construída por homens), esse arcano anuncia que algo irá mudar. Mas perceba que a construção representada na carta não é totalmente dizimada: apesar de ter o topo destruído, ela permanece em pé, significando que os danos podem ser convertidos numa força positiva para uma mudança de atitude. Assim, Torre simboliza que um abalo pode se converter em algo positivo.

 

4) A Estrela (XVII)

Conhecido como arcano da esperança, A Estrela simboliza a bonança que surge após uma tempestade (representada pelo arcano anterior, A Torre). É a convicção de que o pior ficou para trás e que dias melhores virão. Por isso, a figura de uma jovem nua que verte um jarro de água no rio e outro na terra (desaguando os sentimentos negativos), o que sugere uma relação entre o material e o espiritual. Um pássaro, tido como mensageiro dos deuses, observa tudo do topo de uma árvore. No céu, uma estrela brilha rodeada por outras sete, iluminando o caminho da mulher da mesma forma que a estrela de Belém guiou os sábios do Oriente até Jesus recém-nascido. Como uma luz que possibilita enxergar em meio à escuridão, o arcano Estrela é um sinal de que vale a pena ter esperança.

 

cap3-lua_sol

5) A Lua (XVIII)

A Lua é um dos arcanos mais difíceis de ser interpretado. A carta mostra uma lua com perfil humano, dois cães (ou lobos), duas torres e uma lagosta emergindo no que parece ser um tanque… Essa mistura bizarra pode simbolizar justamente o mistério, ou seja, a dificuldade de diferenciar momentos de lucidez de momentos de loucura. Não é por acaso que um sinônimo para louco é lunático (derivado de “luna”, lua em latim). Você já deve ter ouvido a expressão “no mundo da lua”… Esse pode ser um mundo mágico e fascinante, já que sob a luz da lua nada é muito claro, realidade e ilusão se misturam e assumem a mesma aparência. Assim, esse arcano pode significar também uma confusão de ideias e a necessidade de buscar autoconhecimento.

 

6) O Sol (XIX)

Esse arcano exibe dois meninos que, abraçados, brincam em frente a um muro, iluminados pela luz de um sol com rosto humano. Ainda que os tijolos delimitem o campo de ação, numa representação do mundo material, O Sol provê a energia, a vitalidade e o entusiasmo para as crianças. As gotas que emanam da imagem podem ser interpretadas como uma espécie de bênção celestial. Por permitir enxergar com clareza, esse arcano simboliza felicidade e o sucesso, em contraste com o anterior, A Lua, em que mistura entre fantasia e realidade pode causar confusão. Quando essa carta surge no tarô, possivelmente um tempo de muita atividade e alegria pode estar por vir.

 

cap3-julgamento_mundo

7) O Julgamento (XX)

O Julgamento é um arcano que representa o Dia do Juízo Final cristão, tempo descrito na Bíblia em que vivos e mortos, ressuscitados, prestarão contas para Deus. A imagem mostra um anjo tocando trombeta, duas pessoas orando e uma terceira escapando de uma tumba, simbolismo que pode expressar recompensa ou punição. Como no Apocalipse, a carta indica momento de viver as consequências de ações tomadas ao longo da vida. Ao mesmo tempo, esse arcano pode significar a necessidade de uma reavaliação de valores, permitindo uma nova perspectiva ou a aceitação de outros ideais. Ou seja, um “renascimento” e uma segunda oportunidade, exatamente como no dia do Juízo Final.

 

8) O Mundo (XXI)

Desfecho da viagem iniciada pelo primeiro arcano (O Louco), O Mundo pode ser entendido como a síntese de todas as outras cartas do tarô. É um arcano considerado sempre positivo, pois carrega o simbolismo da vitória e do final feliz. Na imagem da carta, um ser andrógino é envolto em uma coroa de louros, o símbolo da conquista. As figuras de um anjo, uma águia, um leão e um touro sugerem que, após a jornada vitoriosa, agora o ser governa sobre todos os cantos da Terra. Sinal de completude e perfeição, o arcano O Mundo simboliza o desfecho bem-sucedido de alguma situação que tenha exigido muitos esforços. É o fim de um ciclo e o aviso para a preparação de um novo começo, que provavelmente será bastante harmonioso.