Logo ME

Como funciona o reconhecimento de voz em aparelhos eletrônicos?

Graham Bell, inventor do telefone, foi o primeiro a tentar criar um mecanismo que reconhecesse a voz humana. Sua mulher tinha deficiência auditiva e, para se comunicar com ela, Bell bolou um dispositivo para transformar palavras faladas em imagens. O experimento não funcionou, mas foi útil na invenção do telefone. Mais de cem anos depois, a busca por um sistema de reconhecimento de voz perfeito continua – os sistemas atuais respondem com até 85% de eficácia a comandos de voz pré-gravados.

Discurso pronto

Aparelhos mais comuns, como celulares, só reconhecem expressões gravadas previamente

1. Quando o comando de voz é captado, o sistema de reconhecimento traduz as vibrações sonoras emitidas pela fala, transformando ondas analógicas em dados digitais que podem ser interpretados por processadores programados para essa tarefa

2. O sistema filtra o som, apagando ruídos indesejados. Além disso, a gravação é ajustada para tocar em um nível de volume e velocidade constantes. Esses acertos servem para igualar o som recebido com a amostra armazenada na memória do sistema

3. O som é dividido em fonemas – “sílabas” sonoras que formam as palavras. A quantidade de fonemas reconhecidos pelo sistema varia conforme a língua adotada. O software compara a sequência de fonemas com palavras e frases gravadas previamente

4. Para identificar palavras pronunciadas de jeitos diferentes, o sistema usa modelos estatísticos e simula combinações mais prováveis de fonemas. Na expressão “Mundo Estranho”, o software só reconhece sotaques se forem pré-gravados

Voz às máquinas

Tecnologia também é usada em campos de batalha e no dia-a-dia de deficientes e motoristas

VOANDO ALTO

Caças militares, como o britânico Eurofighter e o sueco Gripen, são equipados com sistemas quase à prova de falhas – é que, em alguns casos, o próprio piloto grava os comandos

COMPLETE A FRASE…

Alguns programas reconhecem comandos a partir de trechos de frases de usuários que tenham problemas na fala. Esse sistema é usado pelo físico britânico Stephen Hawking

NA ESTRADA

Alguns carros de luxo permitem que o motorista use a voz para travar portas e acionar funções no painel. Também já existem sistemas de comando de voz para computadores de bordo e GPS