Logo ME

Sangue de bêbado pega fogo?

Não, é impossível. Você já estaria morto: para a maioria das pessoas, a dose letal é de 5 g de álcool por litro de sangue

Ilustra: Werllen Holanda

Não, é impossível. Muito antes de isso acontecer, você já estaria morto. Para a maioria das pessoas, a dose letal é de 5 g de álcool por litro de sangue. É uma quantidade boa pra matar, mas ínfima para gerar combustão. A maioria das bebidas não possui teor alcoólico suficiente para se incendiarem nem mesmo na garrafa, quanto mais no sangue, onde o álcool acaba diluído. Para ter uma ideia, uma cerveja comum tem cerca de 5% de álcool, tequila e vodca têm em torno de 40% e a cachaça gira em torno de 50%. Além disso, mesmo com uma concentração absurda de álcool, dificilmente você teria calor suficiente para gerar combustão. E se fosse possível tirar o sangue do corpo, saturá-lo de álcool e aquecê-lo? Aí haveria uma chance. Seria quase como “flambar” o sangue – técnica culinária feita geralmente com vinho, que tem apenas 12% de teor alcoólico.

Pergunta Gabriela de Mesquita, Belém, PA

FONTES Fábio Rodrigues, professor doutor no Instituto de Química da USP, e José Mauro Kutner, coordenador do Banco de Sangue do Hospital Israelita Albert Einstein

Leia também:

– Por que as bebidas alcoólicas causam ressaca?

– Por que o álcool em gel não é inflamácel?

– É verdade que misturar bebida destilada e fermentada dá ressaca?