Logo ME

11 fenômenos incríveis (e belos!) da natureza

Quando o clima está inspirado, o resultado são verdadeiras obras de arte a céu aberto!

 

penitentes

PENITENTES

Encontradas em regiões de elevada altitude, como a Cordilheira dos Andes, essas agulhas de gelo e neve podem atingir 4 m de altura. Acontecem quando o sol bate na neve plana e alguns pontos aleatórios sublimam (vão do estado sólido ao gasoso). Esses pontos viram depressões que concentram a luz do sol, derretendo e permitindo a elevação dos pináculos nas outras partes

parélio

PARÉLIO

Duas condições são essenciais para a existência dessas manchas brilhantes: a presença de cristais de gelo no ar e o Sol próximo ao horizonte. O fenômeno óptico é resultado da reflexão e da refração da luz solar pelo gelo em suspensão. Geralmente, dois parélios se formam simultaneamente, um de cada lado do Sol. Isso faz com que sejam chamados em inglês de sun dogs – ou “cachorros do Sol”, por estarem sempre perseguindo o astro rei

turbilhão de fogo

TURBILHÃO DE FOGO

Esse assustador redemoinho de chamas é um fenômeno esporádico que surge em campos, matas e florestas devastados por incêndios. Ele é gerado quando ventos fortes criam no local uma espiral ascendente de ar que suga as chamas, resultando numa língua inflamável rodopiante similar a um tornado de fogo. Esses turbilhões já foram flagrados em vários lugares do mundo, inclusive no Brasil

flores de geada

FLORES DE GEADA

Semelhantes a pétalas de flores, essas formações de gelo surgem no inícioda manhã, quando a temperatura chega a zero grau ou um pouco menos. Nessas ocasiões, a seiva das plantas se expande, criando pequenas fissuras em seu caule. A água que escorre por ele vai congelando em finas camadas, que são naturalmente empurradas para fora, criando delgadas pétalas de gelo. Com o nascer do sol, o calor derrete as formações

glória da manhã

NUVENS GLÓRIA DA MANHÃ

Esses curiosos rolos de nuvem podem alcançar 1.000 km de comprimento e se espalhar por 2 km de largura. Eles surgem próximos ao solo no começo do dia, quando a temperatura ainda é baixa. É preciso também que a umidade esteja alta e haja um choque de correntes de ar em direções contrárias. Comum durante a primavera sobre a cidade de Burketown, no norte da Austrália, o fenômeno se dissipa com o calor do sol

relâmpagos vulcânicos

RELÂMPAGOS VULCÂNICOS

Os cientistas ainda não têm total clareza das causas desse fenômeno meteorológico, mas acreditam que os raios e as luzes coloridas que surgem na cratera de um vulcão em atividade são resultado da reação de cargas elétricas positivas geradas pela erupção com cargas negativas presentes na atmosfera. Essas belíssimas luzes já foram flagradas em vulcões do Chile, Islândia e Japão. Veja um vídeo em bit.ly/relampagovulc

nuvens supercélulas

NUVENS SUPERCÉLULAS

Essas gigantescas nuvens de tempestade, que lembram um cogumelo nuclear, são formadas por um turbilhão de ar ascendente soprando dentro delas. Destrutivas, provocam fortes chuvas, com raios e ventania, e podem gerar tornados. São mais comuns na região central dos EUA, nas planícies do Uruguai e Argentina e no sul do Brasil, embora possam se formar em qualquer ponto do globo

anéis de neve

ANÉIS DE NEVE

A primeira condição para que essas rosquinhas existam é que tenha caído neve sobre uma camada de gelo. Aí, se houver um vento não muito fraco (para conseguir mover os flocos de neve) nem muito forte (para não espalhá-los), a neve pode rolar montanha abaixo, formando um rolo cilíndrico. Como a porção de neve no centro é mais frágil, ela se descola daestrutura

arco-íris de fogo

ARCO-ÍRIS DE FOGO

Chamado cientificamente de nuvem iridescente, o fenômeno óptico dos arco-íris de fogo ocorre quando os raios de sol incidem sobre pequenas gotas de água e cristais de gelo que compõem a nuvem. Nesse momento, a luz sofre refração, dividindo-se em várias cores. O fenômeno acontece na borda danuvem, que precisa estar localizada na direção do Sol

colunas de basalto

COLUNAS DE BASALTO

Conhecidos como “Calçada dos Gigantes”, esses misteriosos pilares poligonais são fruto do rápido esfriamento de um lago de lava há cerca de 60 milhões de anos. O arrefecimento provocou uma contração do magma, seguido de um desenho regular de fissuras – similar ao conhecido processoda lama que seca e cria padrões geométricos. Algumas dessas 40 mil colunas, situadas no norte da Irlanda, chegam a alcançar 12 m de altura

tromba d'água

TROMBA D’ÁGUA

Se um dia você estiver navegando e avistar um fenômeno como esse, fuja. As trombas d¿água são tornados que se formam sobre uma superfície líquida, capturam umidade e se deslocam a cerca de 80 km/h. Elas normalmente surgem a partir de nuvens de tempestade acima do mar, mas podem ocorrer sobre rios caudalosos, como o Amazonas, ou nos Grandes Lagos da América do Norte

 

FONTES Sites Cracked, Matador Network, Alta Montanha, Epoch Times e Hype Science

Veja também