Logo ME

Teoria da Conspiração: O monstro do lago Ness existe?

Comentada desde o século 6, a lendária criatura de aparência pré-histórica é atração na Escócia e, apesar dos supostos flagrantes, nunca foi capturada

ILUSTRA: Thales Molina

Comentada desde o século 6, a lendária criatura de aparência pré-histórica é atração na Escócia e, apesar dos supostos flagrantes, nunca foi capturada

ORIGEM EQUINA

Ainda na Idade Média, na região de Highlands, ao norte da Escócia, pedras e totens retratavam a lenda celta de um ser mitológico que habitava as águas do Ness, o Kelpie. Segundo o historiador Douglas Harper, o monstro era representado como um cavalo prateado que, ao permitir ser montado por um viajante perdido, se atirava no lago para afogá-lo. A lenda moderna pode ter surgido daí

PRESAS FATAIS

A primeira aparição rolou há vários séculos: a biografia do santo cristão São Columbano narra que, em 565 d.C., ele teria salvado um pescador das mandíbulas de um animal rastejante. O sucesso do resgate foi testemunhado das margens por vários fiéis, que viram Columbano berrar e fazer o sinal da cruz antes de enxotar o predador para as profundezas

CRIATURA ENIGMÁTICA

Em 1880, o mergulhador Duncan McDonald rastreava um cargueiro que havia naufragado no lago, quando, ao descer mais ao fundo, notou uma estranha forma viva estirada sobre uma rocha. Assustado, ele teria então voltado depressa à superfície, onde relatou à sua equipe ter visto um tipo de réptil ou anfíbio primitivo

JURASSIC WORLD

Retratos falados fizeram alguns peritos pensarem o monstro como um espécime perdido no tempo ou atípico da região. Em 1968, o cientista Frank Holiday alegou ser de um verme aquático, o Tullimonstrum gregarium. Outros especulam ser um plesiossauro conservado pela última era glacial. De fato, uma ossada de plesiossauro com 65 milhões de anos de idade foi encontrada em 2003 por um homem nas margens do lago

IMAGEM CLÁSSICA…

A famosíssima fotografia de uma silhueta, tirada em 1934 por R.K. Wilson, rodou mundo afora como prova da existência da criatura. Havia quem oferecesse 20 mil libras por sua captura. A esse registro somaram-se relatos de que vacas estariam sumindo e de agitações suspeitas no lago

… OU INVENÇÃO DE CLASSE?

No início dos anos 90, dois pesquisadores afirmaram que a foto de R.K. Wilson seria uma farsa montada por Marmaduke Wetherell, um caçador que teria forjado a imagem para se vingar da mídia devido a um caso passado. Wetherell teria usado as credenciais do doutor Wilson para conferir mais credibilidade à armação. Ele tambéml teria usado um minissubmarino acoplado sob um pescoço de plástico para forjar a foto.No entanto, avistamentos continuaram acontecendo

PENTE FINO

Por ser estreito e profundo, com má visibilidade devido ao teor de musgo, o próprio lago compromete a busca pelo monstro. Em 2003, um time de especialistas do canal BBC resolveu mapear a fauna do Ness para um documentário. O lago foi percorrido de uma ponta a outra por 600 sonares e nenhum monstro foi encontrado

A BUSCA CONTINUA

Durante suas férias em 2007, o técnico de laboratório Gordon Holmes filmou o que ele diz ser uma “criatura preta, com cerca de 10 m de comprimento, movendo-se velozmente na água” (veja: bit.ly/videoness). O vídeo foi analisado por biólogos, que constataram se tratar de um animal desconhecido com características físicas semelhantes às de um grande réptil jurássico

Curiosidade: Os pescadores tratam o monstro como uma fêmea: Nessie. O motivo é que, uma vez, ele teria aparecido com um filhote

Curiosidade: Em 1975, a revista científica Nature sugeriu um nome científico para o monstro: Nessiteras rhombopteryx

EXPLICANDO A VERDADE

Sem provas, monstro continua um grande mito da criptozoologia

– Apesar das constantes aparições – em 2014, o monstro foi “flagrado” pelo Apple Maps – ainda não há evidência que comprove a existência da criatura

– A explicação para o Kelpie seria um fenômeno chamado fogo-fátuo, uma chama brilhante e comprida liberada pelo gás metano da decomposição de seres vivos em pântanos e lagos

– São Columbano também é conhecido por ter matado um javali com o poder de sua voz, o que levanta suspeitas sobre a credibilidade de seus feitos

– O plesiossauro, como réptil, era adaptado ao calor, e não a baixas temperaturas como as do lago. Além disso, por ter ossos pesados, seu pescoço não saía fora d¿água, como o do monstro supostamente faz

– Muita gente duvida dos pesquisadores que denunciaram a suposta farsa de Marmaduke Wheterell. Os cientistas disseram ter ouvido a história do afilhado de Wheterell em 1975, mas esperaram ele morrer para revelá-la ao mundo. Talvez para não serem desmentidos?

– Lenda ou não, o monstro se tornou um negócio real e lucrativo: por ano, 1 milhão de pessoas visitam a Escócia só por causa dele

FONTES Livro The Monster of Loch Ness: The Evidence, de Steuart Campbell; e sites Smithsonian Channel, Terra, UOL, G1, BBC, Telegraph e Daily Mail

Leia também:

– Somos controlados pelos reptilianos?

– 8 teorias da conspiração muito malucas para serem verdade

– Teoria da Conspiração: Michael Jackson foi assassinado?