Logo ME

Como é o fogo em gravidade zero?

Ele tem cor, formato e outras características diferentes do fogo comum.

Ele tem cor, formato e outras características diferentes do fogo comum. Toda combustão é uma reação química envolvendo um combustível (como o vapor da parafina de uma vela) e um comburente (o oxigênio do ar), gerando luz, calor e outros subprodutos (como gás carbônico e vapor de água). O calor agita as moléculas dos gases participantes, fazendo-as se expandir e diminuindo sua densidade. Isso torna os gases quentes mais “leves” e os frios mais “pesados”. Normalmente, os gases mais leves sobem, mas a ausência da gravidade altera esse movimento.

Pergunta Cyro Roberto, Ibirité, MG

Fogo Gravidade normal

GRAVIDADE NORMAL

Formato:A chama assume o formato de gota porque a gravidade”puxa” os gases mais pesados para baixo, alimentando sua base

Duração: Dura mais porque rola o fenômeno da convecção: os gases subprodutos da combustão são aquecidos e sobem, “abrindo espaço” para a chegada de mais ar na base da chama, alimentando-a

Cor:Varia de acordo com o que é queimado. Normalmente a base, com temperaturas mais quentes, é azul, e o restante é alaranjado. No fogão, a queima do combustível é completa (sem gerar fuligem), por isso a chama é azul

Fogo Gravidade Zero

GRAVIDADE ZERO

Formato: Como não há nenhuma força atraindo os gases, suas moléculas se expandem em todas as direções, criando uma esfera de fogo

Duração: Não há convecção, ou seja, os gases quentes não sobem. Eles se expandem em todas as direções. Dessa forma, a chama apaga mais rápido, uma vez que o oxigênio ao redor dela não é renovado ao se esgotar

Cor: O fogo é todo azul. Primeiro, porque o ar ao redor e os subprodutos da queima estão todos na mesma temperatura. Segundo, porque a ausência da convecção permite que a queima ocorra de forma mais lenta, gradual e completa

LEIA MAIS

Como funcionam os fogos de artifício?

O que é fogo-fátuo?

Como funciona o palito de fósforo?

Se não há oxigênio no espaço, como o Sol pega fogo?

FONTES Site Discovery e How Stuff Works

CONSULTORIA Cláudio Furukawa, físico da USP