Logo ME

Como é um traje espacial?

O traje supertecnológico é capaz de sustentar uma pessoa por sete horas fora da nave

Ele funciona como uma nave pessoal quando o astronauta está fora da estação ou do ônibus espacial (dentro da nave, os astronautas usam roupas laranjas, bem mais simples). A função da roupa é emular as condições que permitem a vida humana, fornecendo oxigênio e regulando a pressão para que os líquidos do corpo não evaporem. Além disso, camadas térmicas protegem o corpo do frio e do calor, além de bloquear a radiação solar. Os trajes começaram a ser usados nos anos 60, nas primeiras viagens espaciais, pelos programas Vostok (da União Soviética) e Mercury (dos EUA). Mesmo após décadas de evolução, os trajes devem passar por adaptações para cumprir as exigências de futuras explorações na Lua e em Marte.

 (Luciano Veronezi/Mundo Estranho)

1) O visor tem três camadas: uma para situações de pouca luminosidade, outra, escura e reflexiva, para ambientes claros, e uma a terceira viseira, fosca, para bloquear a radiação em caso de tempestade solar. Câmeras e luzes são acoplados no capacete e o contato com a tripulação é feito por um microfone

2) Um lacre de metal conecta as partes superior e inferior. Abaixo da cintura, anéis e amarras prendem o traje à nave. A cor branca ajuda a rebater o calor do Sol (que pode chegar a 120 oC) e a destacar o astronauta na escuridão do espaço. Nas pernas, faixas coloridas ajudam a tripulação a identificar quem está lá fora. Como as atividades duram horas, sem intervalo, os astronautas vestem fraldões de alta absorção

3) Torso, mãos e pernas são modulares e de várias tamanhos para o astronauta escolher e montar o traje que mais se ajuste a suas medidas. Em casos extremos, os anéis de metal que conectam as peças podem expandir o tecido. As luvas têm aquecedores sobre as unhas para evitar o congelamento dos dedos

4) Sobre o torso rígido, de fibra de vidro, ficam os comandos que regulam os níveis de oxigênio, o volume dos comunicadores e a temperatura interna. Como o astronauta não consegue ver o próprio peito, ele olha o reflexo em um espelho no braço (por isso, tudo está escrito ao contrário). No pulso, para lembrar de tudo o que precisam fazer fora da nave, os astronautas carregam uma lista de tarefas colada

 (Luciano Veronezi/Mundo Estranho)

5) A mochila carrega itens essenciais à sobrevivência no espaço, como tanques de oxigênio – além de uma reserva emergencial, que dura 30 minutos –, bateria e um sistema para refrigerar a água que mantém a temperatura do corpo do astronauta. É capaz de sustentar uma pessoa por sete horas fora da nave

6) O SAFER ajuda o astronauta a voltar para a nave caso ele se desprenda. Por meio de um controle, ele comanda pequenos foguetes de propulsão alimentados com nitrogênio. O combustível e o impulso duram poucos segundos, por isso, a chance de agarrar a nave não pode ser perdida.

7) Por baixo de tudo, fica um macacão com 91,5 m de pequenos tubos, alimentados com a água refrigerada na mochila. Eles mantêm o corpo gelado – suar pode embaçar o capacete ou causar desidratação – e são envolvidos por tecidos flexíveis, que formam as primeiras das 14 camadas do traje.

Veja também

Alta-costura espacial

14 camadas – que juntas não chegam a 0,5 cm de espessura – protegem o astronauta das condições extremas do espaço

 (Luciano Veronezi/Mundo Estranho)

I) Náilon e elastano: três camadas envolvem os canos e dispersam o calor gerado durante as atividades
II) Borracha e poliéster: duas camadas prendem o oxigênio dentro do traje e mantêm a pressão regulada
III) Ripstop: forro resistente a rasgos protege os outros tecidos e o corpo do astronauta
IV) Filme de poliéster: sete camadas isolantes regulam a temperatura interna
V) Orthofabric: Mix de tecidos à prova de água, de fogo e até de balas – para conter o impacto de partículas espaciais

CONSULTORIA Nasa e Marcos Pontes, cosmonauta / FONTES Nasa Equipment Reference Book

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!