Logo ME

O que é o mistério da Cicada 3301?

Trata-se de uma série de charadas no mundo virtual (que, mais tarde, se expandiram para o real), cuja autoria ainda não foi desvendada

Cicada 3301

ILUSTRA Nelson Provazi

Trata-se de uma série de enigmas cuja autoria ainda não foi desvendada. Supostamente, a chamada Cicada 3301 é uma organização, cujo ramo de atuação ainda é desconhecido. Ela lançou charadas no mundo virtual (que, mais tarde, se expandiram para o real), com o discurso de que estaria à procura de pessoas “altamente inteligentes”. As etapas são sempre muito complexas: incluem usar linguagem de programação hexadecimal (algarismos de 0 a 9 combinados com letras de A a F), criptografia (mensagens cifradas) e esteganografia (mensagens escondidas nos bits de uma imagem) para decifrar pistas publicadas em sites, fóruns e redes sociais. Os peregrinos, como são chamados aqueles que querem seguir o caminho da Cicada em busca da “iluminação”, sempre aguardam ansiosos pelo dia 5 de janeiro, data em que a primeira pista de cada enigma anual é revelada – houve desafios em 2012, 2013 e 2014. No entanto, como este último não foi resolvido (ou, se foi, as pessoas que o fizeram não vieram a público para dizer), não houve charada em 2015.

O MISTÉRIO DA CICADA 2014

Enigma daquele ano ainda não foi totalmente resolvido

Cicada_Leg1

1. No dia 5 de janeiro de 2014, a conta do Twitter usada pela Cicada 3301 foi reativada após um ano. A mensagem tinha um link que levava a uma imagem. Com a ajuda de um software de esteganografia sobre a figura, era possível ver uma série de números e uma mensagem de texto – trecho de um ensaio do poeta Ralph Waldo Emerson

Cicada_Leg2

2. Os números finalizavam com o sufixo “.onion”, ou seja, eram endereços da Deep Web. A URL levava a uma montagem de três ilustrações do pintor William Blake. Novamente usou-se um software de esteganografia na imagem, revelando a mensagem “Bem-vindo. Boa sorte. 3301” seguida de códigos alfanuméricos. Com a ajuda de um algoritmo de criptografia, encontrou-se um novo site .onion

Cicada_Leg3-4

3. Uma mensagem nessa URL dizia “A paciência é uma virtude”. Após mais de 20 horas, apareciam caracteres que, descobriu-se, podiam ser convertidos em três imagens. Eram as três primeiras páginas do livro Liber Primus, a terceira escrita em runas. Essa linguagem pôde ser decodificada com o Gematria Primus, código fornecido pela Cicada em seu site

4. O conjunto numérico equivalente às páginas do livro levou a uma nova mensagem codificada, assinada pela 3301. Uma vez decifrada, essa mensagem dizia “Bom trabalho. A verdade absoluta é a ilusão absoluta”. E finalizava chamando os peregrinos a se unirem ao grupo em outro endereço da rede .onion

Cicada_Leg5

5. Nesse endereço, novos códigos começaram a aparecer e, convertidos, revelaram mais páginas do Liber Primus. Em uma delas, foram descobertas cinco colunas de números e palavras codificadas, distribuídas em cinco linhas. Os textos do livro, por sua vez, foram transformados também em números a partir da Gematria Primus. Após a decodificação, descobriu-se um quadrado mágico 5 x 5 (em que a soma das linhas e colunas levavam ao mesmo resultado)

Cicada_Leg6

6. Foi quando a 3301 mandou um recado para os peregrinos, pedindo que as próximas tarefas dos desafios fossem resolvidas individualmente. Na sequência, as pessoas que monitoravam as páginas .onion da organização encontraram o Retrato de Andrés del Peral, do espanhol Francisco Goya. Ajustando os filtros da imagem, foram achados quatro novos elementos: o logo da Cicada, outra figura de um homem e duas colunas numéricas

Cicada_Leg7

7. Utilizando esteganografia no quadro, encontrou-se uma nova mensagem da Cicada escondida com uma série de códigos hexadecimais, que revelaram duas imagens e um arquivo mp3. Uma delas era do matemático Kurt Gödel. A outra era a obra Olho, de M.C. Escher. Já o áudio era da Trio Sonata BWV 1039 em Sol Maior, de Bach

Cicada_Leg8

8. A mensagem achada no quadro ainda continha mais um endereço .onion codificado. Ao resolver essa etapa do mistério, os peregrinos chegaram a quatro novos arquivos em .jpeg do Liber Primus. Utilizando esteganografia nas imagens, novamente foram encontrados códigos, revelando quatro quadrados não mágicos

Cicada_Leg9

9. Em fevereiro de 2014, a última página do .onion saiu do ar, mas foi reativada após seis dias. Agora trazia uma caixa de texto e a orientação para que, ali, fossem colocados três quadrados mágicos: dois da ordem de 5 x 5 (um com a soma 3301 e o outro 1033) e um de 7 x 7, somando 1033. Para que um peregrino pudesse ser diferenciado dos outros, a Cicada pediu que cada um fornecesse uma página própria no onion. Seguindo esses passos, a Cicada 3301 prometia entrar em contato com o peregrino. O problema agora era descobrir quais eram os três quadrados mágicos requisitados

Cicada_Leg10

10. Usando a técnica da esteganografia no mp3 de Bach, encontrado na pintura de Goya, foram achados três novos quadrados mágicos em um arquivo chamado magicsquares.txt. Eram esses os códigos necessários para ganhar acesso ao sétimo endereço da rede .onion. Acessando esse novo site, foi possível obter 58 páginas do Liber Primus, numeradas de 0 a 57, codificadas pelas runas. Atualmente o grupo que se reúne no fórum uncovering-cicada.wikia.com tenta decifrar todas as mensagens do livro, além de tentar achar as conexões escondidas nos textos e na conversão das runas em números

TdF SUGERIUBeatriz Danquimaia

FONTES Sites Fast Company, Cicada 3301 e uncovering-cicada.wikia.com

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!