Logo ME

O que provoca os deslizamentos de terra?

Deslizamento de terra

Com a ruptura do solo de uma encosta causada por algum fator de risco. O agente causador mais conhecido são as chuvas, tão comuns no verão. Mas também há outros, como terremotos, erupções vulcânicas e vibrações causadas por máquinas. Deslizamentos são fenômenos naturais: podem ocorrer mesmo que a área esteja com sua vegetação intacta. Mas as ocupações irregulares feitas em morros e encostas facilitam sua ocorrência e aumentam os estragos.

deslizamento-terra-natureza-fazenda-mato-campo

LEIA TAMBÉM

– Qual foi a pior erupção vulcânica do mundo?

– Quais foram os maiores terremotos de todos os tempos?

– Quais são as principais ameaças de desastres ecológicos no Brasil?

DA LAMA AO CAOS

Fenômeno é natural, mas intervenção humana pode torná-lo mais frequente e intenso

Em outubro, o Governo Federal publicou uma Medida Provisória que obriga diversos municípios do país a mapear suas áreas de risco

Plantas salvadoras

A vegetação ameniza o impacto das gotas de chuva e suas raízes ajudam a estabilizar o solo. Mas nem todo tipo ajuda. Bananeiras, por exemplo, têm raízes fracas e troncos pesados, que causam muito estrago quando caem. E há o “efeito alavanca”: quando o vento chacoalha uma árvore, suas raízes deslocam a terra

Ladeira abaixo

A coesão do solo também influencia – terrenos argilosos, por exemplo, são mais compactos e seguros que os arenosos. Outro fator é a inclinação do terreno: a maioria das tragédias ocorre em encostas entre 20 e 35º. Acima disso, há menos casos porque o ângulo dificulta a construção de casas (e a ocupação)

Corrida de obstáculos

Ao deslizar, a terra e os detritos caem na rede de drenagem, um canal natural por onde a água escorre. Ao se deparar com pequenas barragens pelo caminho, essa “avalanche” pode se dividir, multiplicando a área de devastação e arrastando ainda mais materiais

Moradas erradas

Nenhuma intervenção atrapalha mais que a ocupação irregular. Primeiro, porque elimina a cobertura vegetal. Segundo, porque a terra extraída para aplainar o morro geralmente é jogada para baixo e fica “solta”. Por último, cria lacunas nas encostas que podem “canalizar” (e intensificar) os deslizamentos